Curitiba/PR: Aproveite a Páscoa para conhecer o Centro da cidade

Caminhar pela cidade, além de fazer bem para os olhos, faz bem para a saúde e pode ser uma boa opção de lazer na Páscoa. Em Curitiba, é possível traçar vários roteiros para se conhecer a cidade andando e com a possibilidade de misturar pontos históricos, parques, praças e restaurantes no trajeto. Ir ao Passeio Público ou na Feirinha do Largo da Ordem podem ser uma opção para quem ficou com a família no feriado.

Uma boa ajuda no planejamento do passeio é a Linha Turismo, os ônibus double deckers que param em 25 pontos de interesse da cidade. Com uma passagem, é possível fazer um embarque e mais quatro reembarques, o que permite adaptar os roteiros às distâncias de cada local a ser visitado.

Roteiros

É possível fazer todo o tipo de roteiros a pé em Curitiba, tudo depende do interesse do visitante. Aqui sugerimos um roteiro fácil e com boa diversidade de atrativos.

O roteiro engloba a parte mais antiga da cidade, envolvendo os bairros Centro e São Francisco. Cada detalhe deste espaço conta um pouco a história da cidade e de seus habitantes, ajudando a entender mais sobre o desenvolvimento e crescimento de Curitiba.

Roteiro Central

Praça Tiradentes – Marco zero de Curitiba, fundada em 29 de março de 1693. Tem o nome atual desde 1889. Em 2008, durante sua revitalização, foram encontrados calçamentos da metade do século 19, que são atualmente mais uma de suas atrações. Ao seu redor existem vários prédios históricos, inclusive o da Farmácia Stellfeld, que foi fundada em 1857 e que possui um relógio de sol em sua fachada.

Catedral Basílica Menor – É de 1654 o primeiro registro de uma capela onde hoje está a Catedral, dedicada à Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais. A atual foi edificada em 1893, em estilo neogótico.

Arcadas do Pelourinho – Abrigam bancas de revistas, de flores e um café. Foram construídas em 1994, na Praça José Borges de Macedo, onde havia um Pelourinho, levantado em 1668. Em 1996, a praça ganhou a Fonte Maria Lata D’Água, com escultura do paranaense Erbo Stenzel.

Paço da Liberdade – Localizado na Praça Generoso Marques, foi construído em 1916. Já foi o Paço Municipal e Museu Paranaense. A edificação, em estilo art-nouveau, é o único bem tombado como patrimônio histórico e artístico nacional em Curitiba. Foi revitalizado em 2009, abrigando atualmente um espaço cultural do Sesc.

Rua São Francisco – A Rua São Francisco é uma das mais antigas de Curitiba e ainda mantém suas características históricas. Artistas da cidade, ao pintarem as portas das edificações, transformaram a rua em uma galeria a céu aberto. O local é atualmente reconhecido por sua vocação gastronômica.

Painéis do Poty Lazzarotto – Na Travessa Nestor de Castro, paredes cegas de antigas edificações servem de suporte para o conjunto de painéis do artista curitibano Poty Lazzarotto. Tais painéis costuram a paisagem do Setor Histórico com a identidade da cidade e sua história.

Galeria Júlio Moreira – A Galeria Júlio Moreira foi construída em 1976 e serve de passagem entre a Rua José Bonifácio e o Largo da Ordem. Na galeria está o Teatro Universitário de Curitiba e o Espaço da Arte Urbana.

Largo da Ordem – O Largo Coronel Enéas, mais conhecido como Largo da Ordem, é a principal referência no Centro Histórico da cidade. No passado, foi palco dos pregões dos colonos, que vendiam produtos trazidos da periferia para o centro. O antigo bebedouro para animais usado naquela época ainda pode ser visto ali.

Casa Romário Martins – A Casa Romário Martins é o último exemplar da arquitetura colonial portuguesa no Centro. Foi construída no século 18 e desde 1973 funciona como um espaço cultural. Seu nome é uma homenagem ao cronista e historiador Alfredo Romário Martins.

Casa da Memória – A Casa da Memória é um Centro de Documentação e Pesquisa sobre a história de Curitiba e do Paraná. Foi inaugurada em 1981, e desde então passou por vários endereços no Centro Histórico. Está no atual endereço desde 2000.

Conservatório de MPB – O Conservatório de MBP é administrado pela Fundação Cultural de Curitiba e é um espaço cultural voltado para a música. O sobrado no qual está sediado foi construído em 1897.

Igreja da Ordem – A Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas foi construída em 1737 e é a mais antiga edificação católica da capital. Anexo à Igreja está o Museu de Arte Sacra, criado em 1981, com um acervo que sintetiza as quatro igrejas do Setor Histórico da cidade.

Rua Claudino dos Santos – Ligação entre o Largo da Ordem e a Praça Garibaldi, possui casarões ecléticos de inspiração alemã, datados principalmente do século XIX. Destacam-se a Casa Hoffmann, que é sede do Centro de Estudos do Movimento, e o Solar do Rosário, um espaço cultural particular.

Memorial de Curitiba – O Memorial de Curitiba é uma construção recente, que contrasta com as outras edificações da área. Foi inaugurado em 1996 e é um espaço cultural múltiplo. Abriga o Teatro Londrina.

Igreja Presbiteriana Independente – Construída em 1934, é o primeiro templo da Igreja Presbiteriana Independente de Curitiba. Teve origem na divisão da Igreja Presbiteriana Tradicional, ocorrida no Brasil em 1903.

Igreja do Rosário – A Igreja do Rosário dos Pretos de São Benedito foi construída no século 18 por escravos que habitavam a cidade. A construção original foi demolida em 1931 e a atual foi construída em 1946.

Praça Garibaldi – Abriga o Relógio das Flores, presente que Curitiba ganhou de joalheiros em 1972 e que em cada mudança de estação recebe flores diferentes em seu entorno, e a Fonte da Memória, construída em 1995, retratando as antigas feiras de colonos realizadas no local. Em seu entorno há edificações do século 19, entre elas o Palacete Wolf, que atualmente é um espaço cultural da FCC.

Palácio Garibaldi – A Sociedade Garibaldi, que proporcionou aos imigrantes italianos melhor integração na nova terra, existe desde 1883, e desde 1900 ocupa esta edificação. O espaço foi sede de diferentes órgãos governamentais, e retornou à sociedade italiana em 1965.

Praça João Candido – No passado, a praça foi ponto de observação da passagem das tropas da Revolução Federalista de 1893. Atualmente abriga três atrações: o Belvedere, construído em 1915 em estilo art-nouveau; as Ruínas de São Francisco, remanescentes de uma construção inacabada do século 19 que seria a Igreja de São Francisco de Paula; e as Arcadas de São Francisco, construídas em 1995 junto às ruínas, contemplando anfiteatro a céu aberto e pontos comerciais e culturais.

Museu Paranaense – Inaugurado em 1876, ocupou seis sedes até se fixar, em 2002, no Palácio São Francisco, construído em 1929. Seu acervo e exposições destacam a história do Paraná.

Mesquita Imam Ali Ibn Abi Tálib – Inaugurada em 1972, é um espaço da comunidade muçulmana em Curitiba. Possui uma cúpula central, ladeada por duas torres. Seu interior é forrado por legítimos tapetes persas, e decorado com mosaicos islâmicos feitos a mão. Aberta ao público somente aos domingos das 10h30min às 13h30min.

Secretaria de Estado da Cultura – A construção que abriga a secretaroa é de 1904 e já abrigou o Gymnasio Paranaense e a Escola Normal. Possui o atual uso desde 1965. Abriga ainda a Sala do Artista Popular, criada em 1999 para valorizar e incentivar artistas populares.

Biblioteca Pública do Paraná – A edificação é de 1953, e foi inaugurada em comemoração ao centenário da Emancipação do Paraná. Possui o maior acervo de publicações do Paraná.

Bondinho da Leitura – O bondinho foi instalado nesse local em 1973 e foi por muitos anos como um “estacionamento” para crianças enquanto seus pais circulavam pelo calçadão. Desde 2010 funciona como uma biblioteca, o Bondinho da Leitura.

Palácio Avenida – Construção de 1929. Foi o primeiro espaço de Curitiba construído especialmente para a projeção de filmes. Hoje pertence ao Banco HSBC, que promove um espetáculo natalino no qual crianças cantam das janelas do prédio.

Boca Maldita – Situada na Avenida Luiz Xavier, é uma tribuna livre para homens, que surgiu em 1957 sob o lema “nada vejo, nada ouço, nada falo”. Nela, em 12/01/1984, 50 mil pessoas assistiram ao primeiro comício para a volta de eleições diretas no Brasil.

Praça General Osório – A praça foi designada em 1879, e nela se realizavam manobras militares e espetáculos circenses. Hoje abriga as feiras especiais, que ocorrem quatro vezes ao ano. Em seu entorno está o primeiro arranha-céu de Curitiba, o Edifício Moreira Garcez, de 1927.

Instituto de Educação do Paraná – A instituição, que é um marco referencial para o ensino no Paraná, foi criada em 1876 e atualmente tem o nome de Instituto de Educação do Paraná Erasmo Pilotto. A atual sede é de 1912.

Museu de Arte Contemporânea – A edificação do MAC (Museu de Arte Contemporânea) é de 1928, e pertence ao Governo do Paraná. Já abrigou diversas repartições públicas. Foi restaurada em 1973 e reaberta como o MAC em 1974.

Praça Zacarias – A Praça Zacarias está localizada próximo ao calçadão da Rua XV de Novembro. Ela já se chamou também Largo do Mercado, e possui um chafariz datado de 1871, que durante muito tempo serviu como ponto de abastecimento de água em Curitiba.

Rua XV de Novembro – As flores na frente de suas casas no tempo em que ainda se chamava Rua da Imperatriz, deram a ela seu primeiro apelido: Rua das Flores. Uma parte dela foi fechada para o tráfego de automóveis em 1972, o que quer dizer que aqui quem manda lá é o pedestre. Por isso a sugestão é caminhar por ela com calma, observando suas construções antigas, seus casarões, suas galerias e até seus bancos, que nos convidam a parar e admirar Curitiba.

UFPR – Criada em 1912, a Universidade Federal do Paraná é a primeira do Brasil. O prédio histórico da Praça Santos Andrade foi construído em 1916, em estilo greco-romano.

Teatro Guaíra – Sua construção foi iniciada em 1952, para as comemorações do Centenário da Emancipação do Paraná, mas só foi inaugurado em 1974. Seu grande auditório possui 2173 lugares.

Para mais informações acesse www.turismo.curitiba.pr.gov.br

Ônibus

Para informações sobre itinerários e horários do transporte coletivo, acesse:

www.urbs.curitiba.pr.gov.br

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/aproveite-a-pascoa-para-conhecer-o-centro-da-cidade/41855.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …