[Cinema] Projeto “Diálogos Urgentes” promove sessões comentadas de filmes contemporâneos – Notícias – Prefeitura Municipal de Laguna

Com o objetivo de fomentar a reflexão e o debate através do cinema, o Sesc em Santa Catarina lança o projeto “Diálogos Urgentes”, com sessões comentadas de filmes contemporâneos, toda última quarta do mês, até novembro. 

O documentário “Epidemia de Cores”, de Mário Saretta, abre a programação do projeto, no dia 26 de abril, a partir das 20 horas. A programação é gratuita e em Laguna acontece no Cine Mussi. Após o filme haverá um debate que contará com a presença da Coordenadora de Educação do Sesc Laguna e psicóloga Tatiane Fischer, a psicóloga da APAE, do CRAS, e professora de Artes e Artista Visual, Lenice Andrade, que debaterão junto ao público a Arte como terapia para pessoas com distúrbios mentais. 

O projeto inclui também as cidades de Chapecó, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville e Lages. As obras audiovisuais selecionadas para exibição levantam temáticas atuais e pertinentes ao momento, como loucura e arte, bullying, racismo, mobilidade urbana, feminismo, ditadura militar, formação do indivíduo, entre outros, que serão debatidos por convidados ligados aos assuntos e comunidade.

O documentário “Epidemia de Cores”, de Mário Saretta, narra a rotina dos participantes e coordenadores da Oficina de Criatividade ministrada no Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre. As atividades no local contam com a participação de ex-internos, moradores do hospital psiquiátrico e frequentadores interessados em arte, arteterapia ou no desenvolvimento de atividades expressivas, como pintura, bordado, escultura em argila e escrita criativa. 

O calendário do projeto “Diálogos Urgentes” até agosto já está definido e nas próximas edições serão exibidos os filmes “Últimas Conversas”, de Eduardo Coutinho (31/05); “Bike Versus Cars”, de Fredrik Gertten (28/06); “Que bom te ver viva”, de Lucia Murat (26/07); e “O começo da vida”, de Estela Renner (30/08). As sessões são gratuitas, seguidas por bate-papo com convidados e público.  

 

CALENDÁRIO “DIÁLOGOS URGENTES” ATÉ AGOSTO
Programação sujeita a alterações

26 de abril: “Epidemia das Cores”, de Mário Saretta
Sinopse: O documentário narra a rotina dos participantes e coordenadores da Oficina de Criatividade ministrada no Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre. As atividades no local contam com a participação de ex-internos, moradores do hospital psiquiátrico e frequentadores interessados em arte, arteterapia ou no desenvolvimento de atividades expressivas, como pintura, bordado, escultura em argila e escrita criativa. Direção: Mário Saretta; Gênero Documentário; Nacionalidade: Brasil.

31 de maio: “Últimas Conversas”, de Eduardo Coutinho 
Sinopse: O cineasta Eduardo Coutinho entrevista diversos estudantes do ensino médio público no Rio de Janeiro, perguntando sobre a suas vidas atuais e expectativas para o futuro. Direção: Eduardo Coutinho; Gênero:  Documentário; Nacionalidade: Brasil.

28 de junho: “Bike Versus Cars”, de Fredrik Gertten
Sinopse: Em tempos de uma crise generalizada, é necessário relacionar algumas discussões no que tange ao clima, recursos naturais e cidades. A indústria automobilística cresce desenfreadamente. Ciclistas militantes buscam mudanças radicais na mobilidade das grandes cidades. As diferenças no uso de bicicletas e de carros são gritantes em comparação entre algumas cidades, como São Paulo e Copenhague. Direção: Fredrik Gertten; Gênero: Documentário; Nacionalidade: Suécia.

26 de julho: “Que bom te ver viva”, de Lucia Murat 
Sinopse: Ex-presas políticas da ditadura militar brasileira analisam como puderam enfrentar as torturas e prisões, relatando as situações e como sobreviveram à esse período, onde delírios e fantasias são recorrentes. O filme intercala cenas documentais com um monólogo ficcional, que é um amálgama dos relatos e das memórias dessas corajosas mulheres. Direção: Lucia Murat; Gênero: Drama, Documentário; Nacionalidade: Brasil.

30 de agosto: “O começo da vida”, de Estela Renner
Sinopse: Uma análise aprofundada e um retrato apaixonado sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido, o verdadeiro começo da vida de um ser humano, tempo considerado crucial pós-nascimento para o desenvolvimento saudável da criança, tanto na infância quanto na vida adulta, onde os pais precisam ter o maior cuidado, amor e carinho possível. Direção: Estela Renner; Gênero: Documentário; Nacionalidade: Brasil

Mais informações
Cine Teatro Mussi em Laguna – Rua Osvaldo Cabral, 165 – Centro Histórico (48) 3644.0152  

Fonte: Assessoria de Imprensa Sesc/SC 

Fonte Oficial: http://www.laguna.sc.gov.br/noticias.php?cod_noticia=10606.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …