Curitiba/PR: Máquinas trabalham em várias frentes de obras na Linha Verde Norte

As obras na Linha Verde Norte avançam com três frentes de trabalhos diferentes. Nas proximidades da Rua Fagundes Varela, no Bacacheri, máquinas trabalham na escavação do antigo canteiro central, que será transformado em mais uma via exclusiva do transporte coletivo, com linhas do ônibus Ligeirão.

No local estão em andamento obras de terraplenagem, drenagem e escavação. Também estão em execução as obras de alargamento da ponte sobre o Rio Bacacheri e a construção da trincheira que ligará as ruas Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri, e Fulvio José Alice, no Bairro Alto.

Trincheira

Desde o início de abril as máquinas escavam no lado do Bairro Alto para a construção das paredes da trincheira. O mesmo trabalho já foi feito do outro lado da Linha Verde, no Bacacheri. Os investimentos na construção da trincheira são de R$ 27 milhões, recursos da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e de Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs) emitidos pela Prefeitura.

A trincheira terá 420 metros de extensão, sendo que 210 metros serão cobertos pela Linha Verde. Ao todo serão usados 420 mil quilos de aço na fundação da trincheira e 4.900 metros cúbicos de concreto na obra, quantidade suficiente para encher cerca de 600 caminhões.

Asfalto novo

Ao mesmo tempo em que são feitas obras na trincheira, seguem os trabalhos de pavimentação, alargamento e melhorias na Linha Verde Norte, desde o viaduto da Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, até o Conjunto Solar, no Bacacheri, cerca de 3,4 quilômetros.

O investimento total nas obras neste trecho da Linha Verde Norte é de R$ 50 milhões e a previsão de conclusão é para o segundo semestre de 2018.

“As obras estão transformando a Linha Verde Norte e vão levar desenvolvimento, mais segurança e mobilidade para a região. Durante os trabalhos os transtornos são inevitáveis, mas é uma obra de extrema necessidade para a cidade”, disse o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas e Infraestrutura, Eduardo Pimentel.

Bloqueios

Cerca de 600 metros da via marginal da Linha Verde já estão com asfalto novo, mas ainda sem o trânsito liberado, pois são necessárias serem concluídas outras etapas das obras. O tráfego de veículos na região funciona com desvios, todos bem sinalizados e visíveis.

Nas proximidades do Hospital Vita, no Bairro Alto, está em fase final a pavimentação de parte da via local da Linha Verde Norte. O trecho deve permanecer bloqueado pelos próximos 15 dias. Após esta primeira etapa, uma nova interdição será feita para colocação da nova pavimentação no restante da via local. 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/maquinas-trabalham-em-varias-frentes-de-obras-na-linha-verde-norte/41925.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …