Curitiba/PR: Professores fazem curso para estimular alimentação saudável nas escolas

Começou nesta quarta-feira (26/04), no Mercado Municipal, o curso sobre Educação Alimentar e Nutrição Infantil para professores de escolas e centros municipais de educação infantil. O objetivo da Gerência de Alimentação da Secretaria Municipal da Educação é que, a partir do domínio de técnicas de diversificação no preparo de alimentos in natura, os educadores possam influenciar os estudantes a substituir itens industrializados por refeições saudáveis.

A primeira das cinco aulas reuniu, pela manhã, 17 professores de 15 escolas. À tarde, é a vez dos que trabalham nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). Os participantes se inscreveram previamente.

Os próximos módulos serão nos dias 10 e 31 de maio e 14 e 28 de junho. As aulas para os profissionais das escolas são sempre pela manhã (das 8h às 12h). À tarde (das 13h30 às 17h30), para os demais. A carga horária do curso é de 28 horas.

O conteúdo apresentado pela nutricionista Liziane Rodrigues é o mesmo nos dois períodos e abrange informações teóricas e práticas. Entre elas estão o preparo do lanche a ser consumido no intervalo da aula – sanduíche de metro recheado com verduras e legumes orgânicos – e um passeio pelas bancas do setor de orgânicos do Mercado Municipal.

Para comer melhor

Apesar de o conteúdo não fazer parte do currículo, os professores já se esforçam para fazer a criançada comer melhor. É o caso de Valéria Aczenen, professora de Ensino Religioso da Escola Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza, no Sítio Cercado, que aproveita a brecha aberta quando o assunto são os alimentos sagrados para cada religião.

“A maioria fica surpresa de saber que o milho, que muitos nunca haviam saboreado, é um alimento sagrado para as religiões indígenas e saem da aula dispostos a experimentar em casa”, exemplifica.

Incomodado com o fato de muitos alunos não tomarem café da manhã e não terem horário certo para o almoço, o professor de Educação Física Felipe Caldara não perde a oportunidade de falar da importância de se alimentar com qualidade para ser saudável e ter um bom rendimento na escola.

Felipe dá aulas nas escolas municipais Professora Maria Nicolas, na Vila Izabel, e Albert Schweitzer, na CIC. Uma de suas sugestões para o café da manhã dos estudantes, conta, é o ovo cozido ou passado sem óleo. “Eles estranham e muitos ficam curiosos. É um começo para provocar a reflexão sobre o que eles comem e o que é importante comer”, diz.

A nutricionista responsável pelo curso se anima com o interesse dos professores. “É exatamente essa a ideia: que eles auxiliem os estudantes a se interessar, conhecer e experimentar, por meio de estratégias criativas e atraentes, o que é saudável. Com isso, eles terão o poder de rever a própria dieta e, assim, ficarem menos propensos ao sobrepeso e ao desenvolvimento precoce de doenças crônicas como hipertensão e diabete”, argumenta.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/professores-fazem-curso-para-estimular-alimentacao-saudavel-nas-escolas/41937.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …