Autoridades comentam posse do ministro Admar Gonzaga — Tribunal Superior Eleitoral

Diversas autoridades dos Três Poderes da República, da advocacia e do Ministério Público, além de jornalistas, amigos e familiares, entre outras, prestigiaram, na noite desta quinta-feira (27), a sessão solene de posse do advogado Admar Gonzaga Neto no cargo de ministro titular do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Após a cerimônia, o ministro empossado recebeu os cumprimentos dos convidados no foyer próximo ao Plenário da Corte. Na ocasião, algumas autoridades falaram com a imprensa e comentaram sobre o novo membro efetivo do TSE na classe dos advogados.

“Trata-se de um advogado extremamente experiente que tem colaborado de maneira inequívoca com a Justiça Eleitoral nas diversas condições, nos vários trabalhos e comissões, e que já vinha atuando fortemente como juiz substituto em questões relevantes. Nós estamos realmente convencidos de que o ministro Admar vai dar uma grande contribuição, como já vinha dando à Justiça Eleitoral”, afirmou o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes.

O vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, destacou a experiência do ministro Admar Gonzaga frente ao Direito Eleitoral. “É um ministro experimentado na advocacia eleitoral por décadas e depois, nos últimos quatro anos, como substituto, tendo atuado com juiz auxiliar da propaganda nas eleições de 2014. É uma pessoa extremamente capacitada e preparada, e com certeza, agora como titular, vai demonstrar todo o seu conhecimento e capacidade”.

“A OAB parabeniza e torce para que o ministro faça cumprir as leis do nosso país, principalmente para conter o abuso de poder político e econômico nas eleições. Queremos eleições limpas e livres no Brasil e o TSE tem uma função importantíssima. Essa é a Justiça Eleitoral que a sociedade brasileira quer e espera”, defendeu o representante do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

Admar Gonzaga assumiu a vaga dos juristas deixada pelo ministro Henrique Neves, que terminou o seu segundo biênio como membro titular da Corte Eleitoral em 16 de abril deste ano.

“O ministro Admar é um colega antigo. Sem dúvida, um dos maiores especialistas do Direito Eleitoral e do Direito Partidário. Ele conhece todos os problemas dos partidos políticos e tenho certeza que poderá contribuir muito mais do que se imagina para o sucesso da Justiça Eleitoral”, disse o ex-ministro Henrique Neves.

“Este é um momento de muita alegria, mas também de responsabilidade. Tenho o encargo de servir meu país na área da jurisdição, da prestação jurisdicional. Vou fazê-lo com muita dedicação porque a magistratura é de fato um sacerdócio. Vou buscar me espelhar em tantos outros exemplos que passaram aqui, como os ministros Sepúlveda Pertence, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello, Dias Toffoli e tantos outros que honraram esse Tribunal. É um orgulho imenso aprender e compartilhar com gente com conhecimento tão elevado do Direito. Acima de tudo, quero servir meu país”, declarou o ministro Admar Gonzaga.

JP/MM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2017/Abril/autoridades-comentam-posse-do-ministro-admar-gonzaga.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Confira Também

confira 6 pontos essenciais sobre o Fundo Eleitoral — Tribunal Superior Eleitoral

Você tem dúvidas sobre como funciona o Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), conhecido …