Curitiba/PR: Creas do Boa Vista ganha novo prédio para aprimorar atendimento às famílias

O prefeito Rafael Greca e a presidente da Fundação de Ação Social (FAS), Larissa Tissot, inauguraram nesta quinta-feira (04/05) o prédio próprio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Boa Vista, que antes funcionava em imóvel alugado.

Construída com recursos do Fundo Municipal de Assistência Social, a obra teve investimento de R$ 380 mil e garantirá melhor qualidade do atendimento ofertado a aproximadamente 1.000 pessoas que são acompanhadas todos os meses no equipamento.

“A cidade tem que servir a população. Asfaltar ruas, canalizar águas, plantar árvores, erguer escolas e creches, salvar quem está precisando de atendimento, através do serviço social. Precisa abrir equipamentos como os Creas, que acompanham as pessoas que mais precisam”, disse o prefeito.

Ao lado da primeira-dama, Margarita Sansone, Greca disse que vai restaurar a qualidade do serviço público. “Quero que a FAS promova a assistência social e o trabalho que sonhamos, multiplicando a humanidade da cidade.”

Creas

O Creas Boa Vista foi inaugurado em 2009 e funcionava em um imóvel alugado. A nova estrutura tem 693 metros quadrados e segue padrão do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, com espaços para atendimento, em condições de sigilo e privacidade; sala multiuso para reuniões com famílias e grupos; acessibilidade a pessoas com deficiência, idosos, gestantes e crianças; banheiros adaptados e cozinha. Todos os ambientes têm ar-condicionado.

“A infraestrutura física do Creas Boa Vista é totalmente compatível com os serviços ofertados. Este novo espaço trará mais conforto para nossa equipe, mas principalmente para a população”, disse a presidente da FAS.

Larissa destacou a importância da equipe dos Creas, que presta um serviço diferenciado para a população e da sensibilidade do prefeito Rafael Greca. “O prefeito tem lutado conosco para priorizar a política da assistência social.”

Atendimento

O Creas é uma unidade que atende crianças, adolescentes e famílias vítimas de violência doméstica ou intrafamiliar: que acontecem nas situações de trabalho infantil, abuso e exploração sexual, violência física, psicológica e negligência, afastamento do convívio familiar por medida socioeducativa ou de proteção e discriminação.

A equipe técnica do Creas é formada por assistentes sociais, educadores sociais e psicólogos. Entre os serviços ofertados estão abordagem social; Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi), que orienta e acompanha pessoas que se encontram em situação de risco e vulnerabilidade, como ameaça e violação de direitos; e atendimento a adolescentes que cumprem medida socioeducativa.

O Creas Boa Vista também abriga a equipe da FAS que trabalha na Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente em Situação de Risco para a Violência.

Localizado na rua Lodovico Geronazzo, 1.314, o Creas Boa Vista funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Curitiba possui nove Creas e, em breve, ganhará mais uma unidade, no Tatuquara.

Presenças

Participaram da solenidade o vice-prefeito, Eduardo Pimentel; a presidente do Instituto Curitiba de Saúde (ICS), Dora Pizzatto; o presidente do Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), Alexandre Jarschel de Oliveira; a administradora regional do Boa Vista, Janaina Lopes Gehr; a coordenadora do Creas Boa Vista, Patrícia Agustynczk; o presidente do Conselho Tutelar do Boa Vista, Lucas Mário Gonçalves Dalprá; a assessora da Unibrasil, Wanda Camargo; os chefes do Núcleo Regional Boa Vista; e a equipe técnica da FAS.

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/creas-do-boa-vista-ganha-novo-predio-para-aprimorar-atendimento-as-familias/42011.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …