[Educao] Parceria entre escola e famlia garante incluso escolar – Notcias – Prefeitura Municipal de Laguna

“Saber conviver e respeitar o diferente.” Com esse lema a Educação de Laguna tem sido orientada. A inclusão escolar é um dos fatores mais relevantes relacionados a ação das escolas na atualidade, na certeza que a diversidade humana é algo que deve ser valorizado em todos os espaços sociais. Contudo, as vivências proporcionadas na escola devem trazer a tona esse assunto de forma a combater o preconceito e os diversos tipos de violência, sempre alinhado ao contato com a família.

Pensando nisso, a Escola de Educação Básica Elizabeth Ulysséa Arantes desenvolve várias estratégias que visam a inclusão escolar enquanto processo educacional. Entre elas estão:

  • Formação de professores regentes e corregentes na perspectiva da inclusão nos momentos de formação na unidade escolar, em período de hora atividade e reuniões pedagógicas;

  • Adaptação de material didático com planejamento individualizado para crianças com dificuldades de aprendizagem;

  • Ações articuladas entre escola, família, rede de saúde e assistência social;

  • Integração de professores regentes e corregentes entre turmas com troca de experiências;

  • Atendimento Educação Especializado – AEE, em contra turno na sala de Recursos Multifuncional com o uso de tecnologias assistivas, estimulação física e motora, com atendimentos individualizados em consonância aos objetivos propostos pela escola;

  • Rotinas de reuniões com atendimento as famílias e orientação sobre a importância da parceria entre escola e responsáveis, a fim de organizar e dar suporte a continuidade do atendimento pedagógico em ambiente domiciliar, com uso de materiais em comum, comandos de voz unificados, dentre outros aspectos pertinentes;

  • Suporte pedagógico e atendimento as instituições municipais do zoneamento, visitas de levantamento de demanda e apoio para criação de material didático;

  • Organização de espaço adequado para pesquisa, com materiais de suporte, produção de material didático com itens reaproveitados e reciclados.

     

Para a secretária de Educação, Karmensita A. da Rocha Cardoso ter alguma limitação não é uma barreira. “Para que se possa construir uma sociedade inclusiva é preciso antes de qualquer coisa, uma mudança no pensamento das pessoas e na estrutura da sociedade. Isso requer tempo e o que irá desencadear essa mudança é a própria família aliado ao trabalho dos profissionais de educação”, salienta.

 

 

Fonte Oficial: http://www.laguna.sc.gov.br/noticias.php?cod_noticia=10651.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …