Curitiba/PR: Fundo de Pensão é apresentado na Educação

Servidores da Secretaria Municipal da Educação participaram nesta terça-feira (9/5), da apresentação do novo Fundo de Pensão feita pelo diretor do Instituto de Previdência Municipal de Curitiba (IPMC), Hélio José Pizzatto. O objetivo foi especificar as alterações na modelagem da contribuição.

O novo Fundo de Pensão vai garantir uma previdência mais moderna, segura e sustentável com intuito de assegurar vantagens aos servidores. Duas propostas integram o Plano de Recuperação de Curitiba, uma delas inclui o saneamento do instituto e a outra cria o regime de previdência complementar para os servidores, o CuritibaPREV.  

No IPMC continuam todos os servidores (ativos e inativos), com remuneração até o teto do INSS (R$5.531,31), além dos novos servidores com esse teto de salário. A adesão ao Novo Plano é facultativa aos que queiram migrar, novos servidores com remuneração acima do teto do INSS, além de funcionários comissionados e vereadores.

Uma das principais vantagens da proposta de mudança do Fundo de Pensão é a personalização dos recursos que passam a ter o acompanhamento do associado com relação às reservas, investimentos com supervisão da gestão e das aplicações feita por órgãos federais de controle. Os servidores terão contribuições que seguem uma faixa de 3,75% a 7,5% do salário, sendo o mesmo valor de repasse realizado pelo município e pelo beneficiário.

Pizzatto esclareceu dúvidas sobre as propostas apresentadas e alertou: “caso o sistema não passe por uma séria reforma, em poucos anos só a despesa previdenciária de Curitiba consumirá quase 30% do orçamento da cidade, considerando que a Prefeitura de Curitiba tem hoje 32 mil servidores ativos e 16 mil inativos, o que mostra que há dois servidores trabalhando para cada aposentado ou pensionista”, explicou.

A secretária, Maria Sílvia Bacila Winkeler, agradeceu a disponibilidade do IPMC em apresentar aos servidores as propostas e esclarecer dúvidas. “Trabalhamos com o princípio da gestão democrática, do trabalho compartilhado e da sustentabilidade, por isso é fundamental que o servidor compreenda as propostas e possa acompanhar com total transparência as questões que envolvem o Fundo de Pensão”, disse.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/fundo-de-pensao-e-apresentado-na-educacao/42063.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …