Curitiba/PR: Estudantes aprendem a cuidar da saúde bucal no Sítio Cercado

Os 602 estudantes da Escola Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza, no Sítio Cercado, participaram nesta sexta-feira (12/5), de uma série de atividades organizadas pela equipe de professores de Periodontia da Universidade Federal do Paraná. O objetivo é conscientizar a população a respeito das doenças periodontais e suas implicações, enfocando a prevenção e promoção de saúde.

“Nossa mobilização aqui na unidade traz informações de prevenção que são caracterizadas como simples e de baixo custo, como o hábito da escovação e o uso de fio dental. Essas medidas podem evitar problemas com a saúde da gengiva e garantir um desenvolvimento saudável às crianças”, afirmou a coordenadora da ação e também professora de Periodontia Pediátrica da UFPR, Juliane Feltrin. 

Entre os cuidados bucais apresentados aos meninos e meninas da unidade está escovar bem os dentes de duas a três vezes ao dia e usar fio dental diariamente; usar produtos de higiene bucal, como creme dental que contenha flúor; garantir que crianças abaixo de 12 anos tomem água potável fluoretada ou suplementos de flúor (se habitarem regiões onde não haja flúor na água); ir regularmente ao dentista.

Vídeos, informativos e palestra lembraram aos estudantes que o cuidado com os dentes, gengiva e mucosa bucal tem papel crucial na capacidade de realizar atividades diversas, como trabalhar e estudar, além de melhorar a autoestima e confiança das pessoas. “É também uma oportunidade de sensibilizar e incentivar a população, famílias, comunidades e governos a tomarem medidas para reduzir a incidência de doenças bucais”, ressalta Juliane.

Para a estudante Jéssica Beatriz de Oliveira dos Santos, de 9 anos, a participação na atividade foi muito importante. “Eu achava que estava tudo certo com minha escovação diária, mas descobri que o ideal é escovar dois a dois e estar sempre atenta ao uso do fio”, disse.

Pesquisa

A universidade também realizou coletas dos estudantes da unidade a fim de integrar a pesquisa sobre hipomineralização molar incisiva, conhecida popularmente como defeito de esmalte dentário. Os pesquisadores investigam a causa da doença a partir do DNA das crianças com a perspectiva de que os resultados possam trazer mais saúde bucal a todos.

Para a realização da pesquisa, os estudantes, com autorização de pais e responsáveis, passaram por questionários, avaliação bucal, aplicação de flúor e coleta de amostras.

Linconl de Lima Correia, de 8 anos, ficou impressionado com as informações sobre a saúde da gengiva. “Achei muito legal sentar e conversar sobre o jeito que escovo os dentes, também fiquei pensando que é importante ter dentes bonitos pra mostrar numa conversa. É mais agradável”, afirmou.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/estudantes-aprendem-a-cuidar-da-saude-bucal-no-sitio-cercado/42107.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …