Curitiba/PR: No mês de aniversário, música de todos os gêneros na Rua da Cidadania da Matriz


 

 

Na semana de aniversário de 20 anos da Rua da Cidadania da Matriz, vai ter música de todos os gostos e gêneros. Querm circular pelos boxes comerciais da rua– são 300 opções para compras -, vai poder ouvir som de rap, chorinho, seresta e samba. A programação pelo aniversário vai até sexta-feira (19/5) e os shows marcam o início do projeto Música na Matriz, iniciativa que surgiu a pedido do prefeito Rafael Greca para tornar a Rua da Cidadania mais vibrante.

O coordenador de eventos do local, Juba Machado, é uma das dezenas de pessoas envolvidas na comemoração dos 20 anos do local. Na segunda-feira (15/5), por exemplo, mais de 30 atrações subiram ao palco da Rua da Cidadania da Matriz, por onde cerca de 300 mil cidadãos transitam diariamente.

Um deles era o estudante Joab Neves, de 17 anos. Ele caminhava por entre boxes quando se surpreendeu com uma apresentação de rap. “Ouço muito Contrafluxo e Emicida, dois artistas importantes do rap nacional. Curti ver um show como esse aqui”, disse.

O show que o estudante viu foi o do Cabes. Com mais de 15 anos de carreira, o rapper apresentou as cinco canções do álbum mais recente, O Tempo é Agora. Segundo o músico, o rap é um gênero urbano e nada mais justo do que tocá-lo num espaço chamado Rua da Cidadania.

“Aqui a gente consegue atingir também que não conhece o gênero. É um ponto de ligação entre o artista e o público”, disse. “As pessoas podem ter um pé atrás com o rap, mas ele é muito amplo. Hoje foi a prova disso. Pessoas de todas as idades pararam pra nos ouvir”, contou Cabes.

Meia hora depois, quem parou diante de outra apresentação — para dançar — foi Nelson Helder, de 70 anos. Ele visita a Rua da Cidadania todos os dias para levar pinhão à companheira de dança que trabalha lá. Nelson diz estar apaixonado por ela. Na ocasião, o professor de dança estava conversando com a comerciante quando a Banda Lyra Curitibana começou a tocar.

Por cerca de 30 minutos, os 28 integrantes da banda — mantida pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac) — tocaram de música erudita a samba, trilhas musicais, mambos, marchas e hinos. Todas as canções executadas com instrumentos de sopro e percussão.

A banda chegou a pausar a atividade para a apresentação dos alunos da Escola Municipal Vila Torres. O grupo apresentou um número de dança e canto feito com base na canção Curitiba é Bonita Demais, de Phaulo Hilarior.

A apresentação era parte do projeto Linhas do Conhecimento, com atividades que buscam ampliar e diversificar o repertório social, cultural e territorial, a partir do currículo da educação básica. “Em sala, nós ensinamos sobre determinado ponto da cidade. Na última etapa, visitamos o local”, contou a representante do programa no Núcleo Regional de Ensino da Matriz, Mere Helen Bezerra Rocha Alves. “Hoje foi a última parte da aula sobre a Rua da Cidadania”.

Ao final da apresentação, os funcionários da Prefeitura distribuíram pedaços de bolo para os participantes. Satisfeito com a comemoração, o coordenador Juca Machado supervisionava as atividades. ele comentava sobre a importância de ocupar a Rua.

“Se a gente não movimentar a cidade com atividades cidadãs, ela pode ser tomada por outras coisas”, disse. “Celebrar o aniversário dessa maneira é o melhor presente que a Rua da Cidadania pode ter. E quem ganha são os moradores”, comentou Machado.

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/no-mes-de-aniversario-musica-de-todos-os-generos-na-rua-da-cidadania-da-matriz/42137.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …