Curitiba/PR: “Inovação deve se tornar um processo social”, diz Greca em congresso

O prefeito Rafael Greca participou, nesta segunda-feira (22/5), da abertura oficial do Smart City Business America 2017. O evento, que reúne exposição de soluções inovadoras, painéis e debates, vai até quarta-feira (24/5) no ExpoUnimed Curitiba, no bairro Campo Comprido.  

Greca mencionou que uma cidade verdadeiramente inteligente é aquela que é capaz de superar dificuldades. Citou exemplos históricos mundiais, como a Florença pós-inquisição e grandes guerras e Roma. Sobre a inovação, salientou que “não é um bem de mercado para ser vendido ou comprado, é para ser compartilhado com toda a população”, disse. “O que não se compartilha, se perde”, completou.

Após lembrar os feitos pioneiros de Curitiba, como a Universidade Federal do Paraná e o Ippuc, e o alto índice de alfabetização da população local, o prefeito passou para o presente – e para o futuro – e destacou o projeto Vale do Pinhão, criado pela Prefeitura para fomentar as empresas de inovação . “O projeto é baseado no Vale do Silício e na semente da árvore proto-histórica, o pinhão que dá nome à capital”, explicou Greca.

A proposta é unir universidades, startups, indústrias e outros setores em torno de novas ideias. Desse conceito, “já temos o aplicativo que acabou com as filas nos postos de saúde de madrugada”, exemplificou o prefeito, que citou ainda como inovação da cidade o Worktiba, coworking público localizado no Parque Barigui. “Queremos que Curitiba avance na economia criativa e os pinhões inspirem o Brasil.”

Bons exemplos

O presidente do Instituto Smart City Business America, Leopoldo de Albuquerque, disse que o evento tem acolhimento em Curitiba graças à identidade de planejamento urbano da cidade. E que o principal objetivo do congresso é unir setor público e iniciativa privada para discussão de questões para avançar nas cidades inteligentes.

O deputado federal Vitor Lippi, de São Paulo, presidente da Frente Parlamentar das Cidades Inteligentes no Congresso, contou que o grupo foi criado para ajudar a incentivar a tendência e desenvolver a economia. “Estamos aqui aprendendo com vocês, contem conosco em Brasília”, anunciou.

Da Colômbia

Durante a solenidade, o prefeito de Medellín, na Colômbia, Federico Gutiérrez, recebeu o Prêmio InovaCidade, que considerou a capital colombiana a Cidade Mais Resiliente da América. O reconhecimento foi entregue por Greca e Lippi, pelo exemplo de superação do município, que conseguiu reverter a situação de violência que vivia na década de 1990 e hoje é considerado inovador.

“Chegamos ao fundo do poço e saímos como sociedade, todos se uniram e lutaram pela cidade”, afirmou. Gutiérrez salientou ainda a importância de se voltar contra a corrupção e resolver os problemas da comunidade. “A segurança, por exemplo, é direito do cidadão e deve ser garantido”, continuou. Ao prefeito Rafael Greca, disse que se inspira muito em Curitiba.

Chapecoense

Em seu discurso, Gutiérrez lembrou ainda da queda do voo da equipe catarinense de futebol Chapecoense na Colômbia, em 2016. “Dessa tragédia, saíram dois valores que permanecerão para sempre: a solidariedade e a gratidão”, anunciou. “A fraternidade que nasceu dessa tristeza é indestrutível.”

A aeronave caiu em solo colombiano quando o time seguia para uma partida com uma equipe local. Pela generosidade do povo colombiano no atendimento às famílias das vítimas, Greca entregou a Gutiérrez uma carta de agradecimento e uma gravura com motivos curitibanos da artista Denise Roman.

Smart City Business America

Ao chegar ao ExpoUnimed, ainda no final da tarde desta segunda-feira, o prefeito aproveitou para conhecer algumas das tecnologias expostas. Entre os destaques, a startup curitibana SmartGreen, que desenvolveu um sistema que monitora e avisa, por um sistema de radiofrequência, quando a iluminação pública tem lâmpadas queimadas ou está sem fio. “Todos os dados são monitorados por um painel eletrônico que controla os postes em tempo real”, contou o diretor geral, Laércio Laért Brígido.

Segundo os organizadores, o evento deve atrair de 2,5 a 3 mil pessoas durante os três dias de programação. O número de visitantes de fora de Curitiba deve ser superior a 50%. O estande de Curitiba, feito em parceria pelas secretarias do Governo, de Obras Públicas e do Meio Ambiente, a Agência Curitiba e o Instituto Municipal de Turismo, representa a inovação e as atrações do município.

Presenças

Estiveram na solenidade de abertura o senador da República da Itália Fausto Lungo, o deputado federal Odorico Monteiro e a vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal, Deusdina dos Reis Pereira.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/inovacao-deve-se-tornar-um-processo-social-diz-greca-em-congresso/42207.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …