Curitiba/PR: Remanejamento de servidores vai garantir inspetores nas escolas

A Secretaria da Educação está fazendo um grande remanejamento para que todas as 185 escolas municipais tenham auxiliares de serviços escolares, os inspetores. Os servidores têm a tarefa de cuidar dos estudantes quando estão no pátio das escolas e controlam a entrada e a saída, auxiliando diretores e professores.

O atendimento a esta necessidade, constatada desde janeiro, será possível porque as secretarias da Educação e de Recursos Humanos concluíram um amplo diagnóstico. O estudo foi apresentado aos diretores das escolas em todos os núcleos regionais de ensino.

No início da atual gestão foi verificada a falta de 184 auxiliares de serviços escolares em suas funções de origem e, por outro lado, constatado o exercício de outras funções dentro da escola por estes profissionais. Também havia falta de 134 agentes administrativos.

A primeira etapa da reorganização está em andamento. Ao todo, 216 professores de educação infantil que têm restrições para parte do exercício das suas funções em sala de aula e que podem atuar em outras atividades puderam escolher um dos centros municipais de educação infantil (CMEIs). Eles passam a auxiliar os diretores nas atividades de apoio. A medida agradou aos diretores, pois muitas unidades estavam sem um auxiliar. Logo, todos os CMEIs terão um profissional designado.

Com o ingresso desses professores nos CMEIs, os agentes administrativos lotados nestas unidades serão remanejados para as escolas municipais, onde exercerão as atividades de apoio administrativo nas secretarias. A escolha da unidade para a qual eles serão transferidos será feita com base na classificação organizada pelo núcleo de Recursos Humanos, que leva em conta o tempo de serviço de cada um. O servidor faz a escolha dentro da mesma regional onde já está lotado, conforme a disponibilidade.

Os auxiliares de serviços escolares que atualmente atendem nas secretarias das escolas passarão a exercer sua atividade original, como inspetores das escolas. Este remanejamento garantirá, de imediato, 92 inspetores. Também neste caso, os servidores serão classificados conforme o tempo de serviço para que possam escolher a sua vaga.

Novo dimensionamento

Para garantir a readequação necessária, uma portaria foi publicada na sexta-feira (19/5) com o novo dimensionamento para a área administrativa das escolas. A norma fixa o número de agentes administrativos (secretário escolar e apoio administrativo) conforme o número de estudantes matriculados na unidade.

Cada escola terá pelo menos dois agentes administrativos (para unidades até 600 estudantes), podendo chegar a sete (para unidades a partir de 2101 estudantes). 

“Neste momento, temos a necessidade de organizar e adequar a gestão das nossas escolas aos profissionais que temos e às diretrizes pedagógicas da Secretaria Municipal da Educação. Tudo isso mantendo o padrão de qualidade da nossa rede”, observa a secretária da Educação, Maria Sílvia Bacila.

Nas próximas semanas, os 135 agentes administrativos lotados nos centros municipais de educação infantil serão convocados para escolher a vaga em uma das escolas que têm necessidade de ajustar a sua equipe administrativa.

Com isso, os 92 auxiliares de serviços escolares lotados em secretarias de escolas serão convocados para reassumir sua função de origem nas unidades onde faltam inspetores.

Para completar o total de servidores necessários e que todas as escolas tenham inspetores (auxiliares de serviços escolares) ainda serão necessários 47 profissionais, o que será suprido com o chamamento do concurso público feito em 2015. Esta etapa depende do Plano de Recuperação de Curitiba, em discussão na Câmara Municipal de Curitiba. Só com a aprovação do conjunto de medidas, a cidade poderá superar a crise financeira herdada pela atual gestão da Prefeitura de Curitiba.

Para a diretora da Escola CEI Professora Maria Augusta Jouve, no Alto Boqueirão, Silvia de Fatima Machado, a reunião de apresentação das mudanças foi bastante positiva. Ela destaca a importância do trabalho de cada um dos profissionais, o secretário escolar, o apoio administrativo e o inspetor. “Eles têm papel fundamental para o bom andamento e o funcionamento da escola”, explica. “Essa reorganização melhora o atendimento e deixa a situação regular em relação ao auxiliares de serviços escolares que estavam em outras funções e que, no caso várias escolas, fazem muita falta, pois é uma atividade extremamente importante. Parece algo pequeno, mas tudo isso é um imenso quebra-cabeça”, analisou.

A meta da Secretaria da Educação é promover, a partir de junho, remanejamento geral extraordinário para todos os agentes administrativos e auxiliares de serviços escolares da Secretaria da Educação interessados, permitindo os ajustes necessários.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/remanejamento-de-servidores-vai-garantir-inspetores-nas-escolas/42199.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …