Fortaleza/CE: “Não podemos ofuscar o trabalho de um governador que não se tem nada contra ele”, declarou Acrísio Sena

Vereador Acrísio Sena rebate pronunciamento de republicano – Foto: Genilson de Lima.

O vereador do Partido dos Trabalhadores, Acrísio Sena, na manhã desta terça-feira, 23, foi à tribuna da Casa para rebater as declarações do vereador Soldado Noélio (PR). O petista criticou a fala do parlamentar, que pediu a apuração da delação premiada feita por Wesley Batista, da JBS, onde ele acusa o ex-governador Cid Gomes (PDT) de receber a quantia de R$ 20 milhões para financiar a campanha do então candidato a governador Camilo Santana em 2014.

Acrísio lamentou que o vereador do PR tenha levado esse assunto à tribuna, mesmo sabendo que se trata de uma delação sem prova material. O petista ainda chamou a atenção de Noélio, considerando que não se pode macular a imagem de outros políticos só porque eles não fazem parte do seu partido.

Se fosse verdadeira a convicção de que apurariam tudo, jamais o vereador poderia continuar no PR. Um partido que inaugurou as primeiras denúncias de extorsão. Então, não dar para trabalhar numa linha que o seu partido está acima do bem e do mal, porque não está. É totalmente descabida a proposta de Impeachment do Camilo. Ele não é citado em nenhuma delação. Eu vi o trecho da JBS, o cara não sabe nem o nome do Governador, mas numa vontade de autopromoção, ai cabe tudo, o microfone, o papel e o pedido”, observou o vereador, manifestando seu repúdio ao pedido de Impeachment do governador Camilo, protocolado na Assembleia Legislativa pelo deputado do PR, Capitão Wagner.

Ao final do seu pronunciamento, Acrísio ressaltou a importância da reforma política. Segundo ele, a situação do país é grave e por isso não há mais tempo para fazer “arranjos”.

Em aparte, a vereadora Larissa Gaspar (PPL) também comentou sobre o pronunciamento do vereador Noélio. A parlamentar lembrou que a delação premiada não pode ser usada como meio de perseguição política ou para macular a imagem das pessoas. “As provas devem ser constituídas e apresentadas. É um absurdo essa tentativa de acusar o governador Camilo sem que aja uma prova se quer”.

Fonte Oficial: http://wp.cmfor.ce.gov.br/cmfor/nao-podemos-ofuscar-o-trabalho-de-um-governador-que-nao-se-tem-nada-contra-ele-declarou-acrisio-sena/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Vereadores debatem temas ligados à saúde, meio ambiente e desestatização

Sessão Plenária desta terça-feira (22/10) MARCO ANTONIO CALEJODA REDAÇÃO Na tarde desta terça-feira (22/10), durante …