Presidente do TJ-PA visita TSE para conhecer ações socioambientais — Tribunal Superior Eleitoral

Na manhã desta terça-feira (23), o presidente do Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA), desembargador Ricardo Ferreira Nunes; a coordenadora do Núcleo Socioambiental, Evelise Rodrigues; e o secretário de Administração do TJ-PA, Francisco Campos, visitaram o TSE para conhecer as ações desenvolvidas no Plano de Logística Sustentável (PLS). O encontro foi uma oportunidade de troca de experiências de boas práticas já implantadas pelos dois tribunais.

Para o presidente do TJ-PA, a troca de ideias e trocas de experiências são muito importantes. “O Tribunal de Justiça está apresentando algumas ações socioambientais, como o PLS, e o TSE já esta na frente”, destacou.

Segundo o titular da AGS, Ganem Amiden Neto, o alinhamento com um tribunal que não seja eleitoral permite ao TSE conhecer outras realidades. “Um tribunal estadual nos procurar para conhecer o nosso trabalho e, ao mesmo tempo, trocar experiências é muito interessante, ainda mais porque o Pará é um estado imenso, que possui inúmeras particularidades”, afirmou.

Ações Sustentáveis

Entre as ações sustentáveis do TSE, Ganem destacou o início da obra de implantação da Usina Minigeradora Fotovoltaica no Tribunal. A usina irá gerar cerca de 700 mil watts de energia produzida por luz solar, proporcionando uma economia anual de aproximadamente 20% no consumo energético.

Já os representantes do TJ-PA falaram sobre o projeto Descarte Consciente,  que ganhou o terceiro lugar do Associação Brasileira de Recursos Humanos (BRH). Evelise Rodrigues, coordenadora do Núcleo Socioambiental do TJ-PA, explicou que o projeto é sobre gerenciamento de resíduos sólidos e foi iniciado em cumprimento à Resolução 201/CNJ. “A partir de um diagnóstico,  observamos que eram gerados resíduos perigosos e não perigosos, e que precisávamos oferecer o descarte correto e consciente na perspectiva constitucional de manutenção da vida na terra das gerações futuras”, disse.

Ainda no âmbito deste projeto, o TJ-PA  iniciou, também em 2105,  o gerenciamento de papel plástico, metal, vidro e  resíduos de difícil reciclabilidade – esponja de lavar louças -, por exemplo.  Nessas ações, o Tribunal estadual vem trabalhando em conjunto com 13 cooperativas da capital e da região metropolitana de Belém. No ano passado, mais de 29 toneladas de resíduos foram corretamente descartadas.

Normatização

Durante o encontro, o titular da AGS destacou ainda a importância da regulamentação dos atos socioambientais por meio de resolução, o que otimiza o cumprimento e o acompanhamento das metas, tendo em vista que a norma detalha as obrigações e participação de todas as áreas do Tribunal. No TSE, por exemplo, o PLS é disciplinado por meio da Resolução 23.505. “Como consequência deste intercâmbio, os normativos, tanto do Conselho Nacional de Justiça, como do Tribunal Superior Eleitoral, serão cumpridos de forma mais rápida e eficaz”, concluiu Ganem.

Acesse o Plano de Logística Sustentável do TSE

http://www.tse.jus.br/arquivos/resolucao-tse-23-505-2016-plano-de-logistica-sustentavel

 

GA/IC/MM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2017/Maio/presidente-do-tj-pa-visita-tse-para-conhecer-acoes-socioambientais.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TSE convoca novas eleições para prefeito de Boa Esperança (ES) — Tribunal Superior Eleitoral

Nesta quinta-feira (15), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve, por maioria de votos …