Curitiba/PR: Prefeitura lança o Fala Curitiba, novo formato de consultas públicas

A Prefeitura de Curitiba lança nesta quinta-feira (25/5) um novo modelo de consultas públicas. O Fala Curitiba tem o objetivo de ampliar o debate e a percepção da vontade da população.

A partir de agora, as tradicionais consultas públicas, que são realizadas nas Regionais Administrativas, serão precedidas por reuniões nos bairros. Com isso, a Prefeitura busca atingir um número maior de participantes e uma escuta mais efetiva.

A primeira reunião pública será nesta quinta-feira (25/5), às 19h, no salão da Igreja Bom Jesus, na Rua David Bodziak, 100, no bairro Cachoeira.

A ideia é que a participação da população ganhe em qualidade. Haverá orientação sobre a forma como as leis, em especial o Plano Plurianual (PPA) e Lei de Diretrizes Orçamentarias (LOA), são construídas e como são destinados os recursos municipais, uma vez que, além dos investimentos, o orçamento de Curitiba deve cobrir as despesas da máquina, custeio da dívida e garantir a reserva legal obrigatória.

Na primeira etapa das reuniões nos bairros os cidadãos serão convidados a escolher obras ou serviços relevantes para o bairro e, no mesmo encontro, debater quais serão as prioridades da coletividade. O segundo passo é a análise das ações selecionadas para verificas eventuais inviabilidades técnicas, jurídicas ou orçamentárias.

Na sequência, na terceira etapa do processo, serão realizadas grandes reuniões nas regionais onde as ações filtradas (pela viabilidade) serão novamente apresentadas e escolhidas por consenso ou votação entre os presentes.

Após todo esse processo democrático é que serão realizadas as audiências públicas, novamente por regional, ocasião em que haverá uma votação das ações previamente selecionadas para que sejam escolhidas as mais votadas.

Desta forma, além da expectativa de atingir um público maior, a população terá mais oportunidades para exercer cidadania e expressar opinião. “A nova gestão quer recolocar Curitiba como referência positiva no cenário nacional e os princípios basilares de governo aberto, como participação popular, transparência, inovação e prestação de contas, são fundamentais”, comenta Rafaella Munhoz da Rocha Lacerda, diretora de Planejamento e Inovação do Instituto Municipal de Administração Pública (Imap), instituição responsável pela concepção do novo formato de consultas. “Independente de dificuldades, a Prefeitura quer ouvir os curitibanos e fazer com que eles tenham participação ativa na escolha e condução das políticas públicas. Diálogo aberto e sincero é o melhor caminho para isso.”

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/prefeitura-lanca-o-fala-curitiba-novo-formato-de-consultas-publicas/42227.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …