Curitiba/PR: Acesso da Rua Dílson Luís com a BR-116 é bloqueado para obras de pavimentação

Durante a tarde desta sexta-feira (02/06), o acesso da Rua Dílson Luís com a BR-116, no Tatuquara, ficará bloqueado para obras de pavimentação. A interdição do trânsito começou às 13 horas e tem previsão para ser encerrada às 18 horas desta sexta.

Equipes contratadas pela Prefeitura estão colocando a segunda camada de asfalto na via. As obras fazem parte da construção das quatro alças de acesso da trincheira das Centrais de Abastecimento do Paraná (Ceasa).

Nesta sexta-feira estão sendo aplicados aproximadamente 640 metros lineares de pavimento, cerca de 800 toneladas de asfalto. Também estão em construção ciclovias e paisagismo no local, com o plantio de grama.

Além disso, o projeto compreende a construção de muros de contenção, iluminação, calçadas, rampas de acesso para pessoas com dificuldade de locomoção, sinalização horizontal e vertical e paisagismo.

Com o fechamento da Rua Dílson Luís, os motoristas que circulam no sentido Fazenda Rio Grande – Curitiba precisam continuar pela BR-116, passar em frente à Ceasa, e virar à direita na Rua João Amadeu Pedro Bom e depois pegar a Rua Nicola Pellanda para seguir até o Umbará. O bloqueio está bem sinalizado com cones e barreiras.

Obras

Desde janeiro, a Prefeitura retomou as obras de construção das quatro alças de acesso da trincheira da Ceasa. A trincheira vai melhorar o acesso entre os bairros CIC, Tatuquara e Umbará. O investimento da Prefeitura nas obras é de R$ 10,6 milhões.

A extensão total da obra é de 1.165,12 metros e o prazo de conclusão é para o final deste ano. Os trabalhos são coordenados e fiscalizados pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura.

Quando as alças estiverem concluídas, a trincheira vai permitir a ligação entre as ruas Hasdrubal Bellegard, na CIC, e Dílson Luís, no Tatuquara. Os motoristas vão poder cruzar por baixo da BR-116, sem interrupções. A trincheira também funcionará como uma opção de retorno quase em frente à Ceasa.

Atualmente, quem está na BR-116, sentido a Fazenda Rio Grande, precisa andar quase dois quilômetros para fazer o retorno e acessar à Ceasa. A trincheira vai acabar com este problema.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/acesso-da-rua-dilson-luis-com-a-br-116-e-bloqueado-para-obras-de-pavimentacao/42333.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …