Curitiba/PR: “O Solar do Rosário ilumina a memória de Curitiba”, diz Greca

A exposição O Solar do Rosário por seus Artistas teve início emocionante nesta quinta-feira (1/6) no Memorial de Curitiba. O prefeito Rafael Greca e a primeira-dama, Margarita Sansone, prestigiaram a importante celebração das artes. “O Solar do Rosário é o endereço da cultura, da tradição e da civilização curitibana”, disse o prefeito.

Greca também enalteceu a história do imóvel que abriga o Solar, que considera estar em boas mãos comandado por Regina Casillo, tendo se tornado uma grande referência para os artistas de Curitiba. “De Carlos Eduardo Zimmermann a Maria Angela Tassi, de Poty aos grandes e modernos artistas contemporâneos, passando pelo nosso saudoso ‘Rubinho’ Esmanhoto, o Solar do Rosário ilumina a memória de Curitiba”, concluiu Greca.

A fundadora e diretora do Solar do Rosário, Regina Casillo, agradeceu a Greca pelo apoio que sempre demonstrou às artes. “Curitiba tem a sorte de ter um prefeito que vibra com a arte, com a cultura e com a história e que, acima de tudo, colabora com elas”, disse. Segundo Regina, o foco da instituição sempre foi o artista paranaense. O sucesso de seus 25 anos de história, diz, se deve à harmoniosa relação com a comunidade. “Todos são bem-vindos.”

Casarão histórico

A mostra em comemoração aos 25 anos da galeria de arte Solar do Rosário reúne 102 obras de 57 artistas paranaenses e brasileiros que retrataram em diferentes épocas o histórico casarão onde funciona o espaço cultural.

Entre os artistas estão Poty Lazarotto, Carlos Eduardo Zimmermann, Mara de Toledo, José Antonio de Lima, Ruben Esmanhotto, Paula Schmidlin, Dulce Osinski, Armando Merege, Corina Ferraz, Jair Mendes, Lélia Brown, Solda, Mazé Mendes, Leon Bosko e Rogério Dias. Além das técnicas utilizadas, que vão do desenho até gravações em bronze, a diversidade também se apresenta pelo olhar dos criadores. Enquanto alguns retrataram a fachada ou outros detalhes arquitetônicos, outros privilegiaram detalhes como os pinheiros da área interna. 

O presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcelo Cattani, reforçou o apoio da instituição às iniciativas culturais e artísticas da cidade. Sobre o Solar do Rosário, foi enfático. “Sua história se mistura com a história da produção e difusão dos bens culturais de Curitiba.”

Os artistas selecionados não apenas retrataram o espaço como também fizeram parte de sua história. Poty Lazarotto, por exemplo, foi quem cortou a fita inaugural do Solar do Rosário em 1992, enquanto a primeira exposição foi de Eduardo Zimmermann. “Curitiba aprovou o novo destino da casa histórica da Praça Garibaldi antes mesmo de conhecê-la, num verdadeiro ato de fé no trabalho que seria ali desenvolvido”, relembra Regina Casillo, ao lado do marido, o advogado e escritor João Casillo. “Pouco a pouco, o Solar foi se tornando polo catalisador da arte e da cultura”, complementa Regina, que atualmente administra o centro cultural com a filha, a jornalista e produtora cultural Lucia Casillo Malucelli.

Neste quarto de século de trabalho, o Solar do Rosário lançou 41 livros, realizou centenas de exposições e muitos outros eventos artísticos. Atualmente conta com programação fixa de mais de 40 cursos regulares em áreas como pintura, desenho, fotografia, literatura, cinema, línguas e cultura em geral, com dezenas de atividades em sua programação a cada mês.

Participaram da abertura da exposição o vice-prefeito e secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura, Eduardo Pimentel; o assessor de Relações Internacionais, Rodolpho Zanin Feijó; e o presidente da Agência Curitiba de Inovação, Frederico Lacerda. Da Fundação Cultural de Curitiba acompanharam o evento o diretor de Ação Cultural, Beto Lanza; o diretor do Patrimônio Cultural, Marcelo Sutil; a superintendente, Ana Cristina de Castro; e a coordenadora de Artes Visuais, Marili Azin.

Também estiveram presentes o cônsul da Albânia e República Dominicana e presidente do Corpo Consular, Thomas Amaral Neves; o cônsul da Bélgica em São Paulo, Charles Delogne; empresário do Lar Lapeano de Saúde, Dieter Brephol; e o vereador Pier Petruzziello.

O casarão

Greca comentou a história do imóvel que abriga o Solar do Rosário. “Eu imaginei essa exposição no Memorial de Curitiba para que a cidade agradecesse a preservação da antiga casa de Ignácio de Paula França”, comentou. Greca lembrou que a casa foi concebida pelo primeiro arquiteto a ter escritório na capital do Paraná, o alemão Gottlieb Wieland, “a quem a cidade deve a introdução do estilo neoclássico eclético alemão, que era voga na época, na Prússia.”

Construído no final do século 19, o casarão inicialmente foi a residência da família do empresário Ignácio de Paula França, que atuava no ramo da cerâmica e também ocupou vários cargos na administração da então província. Mais tarde foi adquirido pelo historiador Newton Carneiro, que planejava fazer ali uma pousada. Em 1960 recebeu a sede do Instituto Goethe, que ficou ali por 25 anos. No ano de 1989 foi adquirido por Regina e João Casillo.

Depois de uma restauração completa no antigo imóvel, o Solar do Rosário foi inaugurado em 19 de maio de 1992. “Inauguramos este espaço com dupla finalidade: resgatar a memória do casarão centenário, para que voltasse a ocupar lugar de destaque na vida sociocultural da cidade, e dotar nossa Curitiba de um espaço de arte e cultura vivo e dinâmico”, afirmou Regina. 

Serviço: exposição O Solar do Rosário por seus Artistas

Local: Memorial de Curitiba (Rua Claudino dos Santos, 79, Centro Histórico, São Fransciso)

Data e horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 15h. Até 31 de julho de 2017

Entrada gratuita

Outras informações: (41) 3321-3313

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/o-solar-do-rosario-ilumina-a-memoria-de-curitiba-diz-greca/42322.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …