Curitiba/PR: Professores de Arte e de Educação Física participam de formação de dança

A Secretaria Municipal de Educação ofereceu nesta quarta-feira (30/8) ação integrada com professores de Arte e de Educação Física sobre dança no ambiente escolar. Este foi o primeiro encontro dos quatro desta formação. O objetivo é que os professores conheçam os procedimentos para trabalhar a dança com movimentos em sala de aula, conteúdo previsto na proposta curricular municipal, envolvendo as duas áreas de conhecimento. 

A cada dia a dança ganha importância no processo de ensino-aprendizagem e desenvolvimento dos alunos, contribuindo também na formação permanente de professores. “A dança é uma forma de expansão do pensamento e do desenvolvimento humano. O professor precisa se envolver neste trabalho, conhecer e vivenciar a dança como prática promotora de novas visões de mundo”, destaca a professora da Universidade de Dança do Paraná (Unespar), Andréa Sério, que ministra os encontros.

A dança no ambiente escolar

Para a professora de Arte Claudia Calmezini Aguiar, da Escola Municipal Miguel Krug, no Portão, a integração da dança como conteúdo nas duas áreas pode “estimular a capacidade criativa, mostrar a diversidade cultural existente, capacitar a visão crítica para a leitura coreográfica.” 

Na Escola Municipal Professor Brandão, no Alto da Glória, a dança já é uma vivência para os meninos e meninas. A professora de Educação Física Patrícia Brighert trabalha para que a prática não seja apenas uma ação isolada e sim uma atividade reflexiva feita por meio de jogos, narrativas, brincadeiras e exercícios corporais.  

“Eles chegam tímidos, mas depois de algumas aulas já se soltam. Observamos melhora na locomoção, na postura. Eles ficam mais expressivos, superam limites e se sentem valorizados, além do autoconhecimento e da elevação da autoestima”, afirma a professora.

Os participantes do curso viram exemplos de atividades para encaminhar com os estudantes, levando em consideração as características específicas de desenvolvimento neuropsicomotor da criança.  

“Explorar a prática da dança com a criança permite que vivenciem diferentes tipos de movimentos, fortalecendo o reconhecimento do corpo e do outro, a descoberta dos espaços, movimentos e, em especial, a possibilidade de testar hipóteses e criar novas visões de mundo a partir da experiência corporal”, completa a integrante da Gerência de Currículo, Vanessa Marfut de Assis.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/professores-de-arte-e-de-educacao-fisica-participam-de-formacao-de-danca/43254.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …