São José dos Campos/SP: População terá orientação sobre prevenção e riscos da doença

Neste sábado (2), a Prefeitura de São José dos Campos vai promover uma ação de conscientização sobre a Aids e as ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis) junto à população, na praça Afonso Pena, das 9h às 13h. Haverá distribuição de preservativos e panfletos, além dos encaminhamentos dos munícipes para testagem rápida conforme haja interesse.

A testagem voluntária poderá ser feita no mesmo dia (sábado, 2) nas Unidades de Pronto Atendimento (Alto da Ponte, Putim, Novo Horizonte, Eugênio de Melo), no Hospital Municipal “José de Carvalho Florence” e no Hospital de Clínicas Sul. Os munícipes poderão fazer os testes rápidos para HIV, hepatites B e C e Sífilis, no período das 8h às 12h.

Durante as próximas semanas, as ações de prevenção e de conscientização da Aids e demais ISTs deverão ser feitas junto às escolas, empresas, unidades de saúde e estabelecimentos diversos. O objetivo é conscientizar a população sobre os riscos destas doenças, que têm registrado aumento de diagnóstico nos últimos anos em todo o Brasil.

Está previsto ainda neste segundo semestre, em parceria com outras secretarias e serviços afins, um seminário sobre a prevenção combinada da transmissão do HIV/ISTs, bem como visitas em empresas e ações permanentes de prevenção e diagnóstico precoce com as populações vulneráveis, como usuários da rede de assistência de saúde mental (álcool e drogas), presidiários, população em situação de rua, entre outros. 

Os casos

Em São José dos Campos, de janeiro a julho deste ano, foram diagnosticados 107 casos novos de HIV/Aids pela Secretaria de Saúde. No mesmo período de 2016 houve 121 casos novos. Dos 107 casos diagnosticados até julho, 34 pacientes já manifestaram os sintomas da doença e 73 são soropositivos para o HIV, mantendo a proporção do sexo masculino em relação ao feminino na razão de 4 para1. 

A faixa etária mais atingida foi de adulto jovem (20-39 anos), com predomínio expressivo entre gays e outros homens que fazem sexo com homens.

Teste rápido

O teste rápido demora em torno de 20 minutos, podendo se estender por mais tempo no pós-aconselhamento dependendo do resultado. Todos os casos positivos são encaminhados ao CRMI para o acompanhamento (exames específicos) e tratamento (antirretroviral, antibióticos, antifúngicos, etc), que é inteiramente gratuito.

O CRMI, que já oferece o teste de rotina, deverá aumentar sua oferta. Por dia, são realizados de 10 a 15 exames. A unidade atende na Rua Amin Assad 200, Jardim São Dimas, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h.

Mais notícias
Saúde

Fonte: http://www.sjc.sp.gov.br/noticias/noticia.aspx?noticia_id=27832.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …