Curitiba/PR: Encontro de jornalistas mirins festeja o 16º ano do Extra, Extra!

Cerca de 250 estudantes de 47 escolas da Prefeitura se reuniram na tarde desta terça-feira (5/9), no salão de atos do Parque Barigui, para se conhecer e trocar ideias sobre uma iniciativa de interesse comum. É o projeto Extra, Extra!, que há 16 anos estimula a curiosidade, a pesquisa, a oralidade e a escrita por meio da produção de textos para o jornal eletrônico desenvolvido pelas diferentes unidades da rede municipal de ensino.

O encontro durou dua horas e foi aberto pela secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, que agradeceu pela possibilidade de participar de um evento para crianças e adolescentes. “Normalmente são cursos e seminários para professores, mas esse aqui é especial”, disse a secretária, que é professora e recomendou a eles que se lembrem sempre de perguntar sobre o que ainda não sabem, o que é novidade, e não apenas para confirmar certezas.

Mirins encontram profissionais

Os participantes conheceram pessoalmente e fizeram perguntas para os jornalistas e apresentadores de televisão Daiane Fardin e Jasson Goulart, da RPC TV, que participaram de uma gostosa encenação articulada pela bruxa Cidinha, da Casa da Bruxa do Bosque Alemão.

A importância de estar ali, para os estudantes, podia ser medida desde a entrada. Antes de entrar no auditório e ocuparem os lugares, cada criança colocou num grande mural uma mensagem explicando o significado de ser jornalista mirim. Para Christopher Henrique Pinheiro, de 10 anos, da Escola Municipal Papa João XXIII, “é poder estar por dentro de tudo. Comecei esse ano e estou gostando muito.”

No jornal eletrônico, os estudantes contam fatos relacionados à escola e ao bairro onde ela está. “É um exercício de pertencimento, de cidadania, mas que também tem o potencial de melhorar o desempenho escolar deles todos”, explicou a coordenadora do projeto Extra, Extra!, Silmara Campese Cezário.

Projeto que cativa

O número de participantes deu apenas uma ideia do universo de jornalistas mirins espalhados por Curitiba. Apesar de a plateia do encontro reunir representantes de quase toda a rede municipal de ensino onde o projeto acontece (unidades com turmas de 3º ao 9º ano), eles são bem mais: cerca de 2 mil estudantes, público impossível de reunir no mesmo lugar e horário. “Por isso definimos que cada escola mandaria cinco representantes”, explicou Silmara.

Até uma estudante do projeto de escolarização hospitalar, internada para tratamento cardíaco no Hospital Pequeno Príncipe, compareceu. Foi Isabela Barros de Carvalho, de Tocantins. Com apenas 8 anos, ela ficou três meses sem aula até que, em junho, soube pela equipe local da Secretaria Municipal da Educação que poderia ser jornalista mirim e participar da elaboração do jornal eletrônico Amigos do Príncipe.  

“Ela está gostando muito de todo esse movimento. Está sendo muito positivo para ela”, disse Reijane da Silva Barros, mãe da estudante, que recebe tutoria da professora Anelise Ramos.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/encontro-de-jornalistas-mirins-festeja-o-16-ano-do-extra-extra/43318.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas discutem educação no trânsito e uso da bicicleta – Prefeitura de Curitiba/PR

Estudantes do 5° ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado, vão percorrer as …