Revista TST: Entrevista com presidente do Tribunal é destaque no programa

(Sex, 09 Mar 2018)

Aplicação da Reforma Trabalhista, prioridades à frente da direção do Tribunal Superior do Trabalho e conciliação. O presidente da alta corte do Trabalho, ministro Brito Pereira, falou desses e de outros assuntos em entrevista ao Revista TST, que abordou as metas e as expectativas para a gestão 2018-2020.

O programa da semana também mostra julgamento na Seção Dois de Dissídios Individuais sobre o pedido de um empregado do banco Bradesco em Campinas, São Paulo, para ser reintegrado ao emprego. Após mais de 30 anos de serviços prestados à instituição, o trabalhador foi dispensado cerca de quatro meses antes de ter direito à estabilidade pré-aposentadoria.

No quadro #QueroPost, tiramos a dúvida: a empresa pode exigir tempo de experiência para contratar o trabalhador? Existe um limite? E se a empresa desrespeitar, o que pode ser feito?

O Revista TST é exibido pela TV Justiça às sextas-feiras, às 19h30, com reprises aos sábados, às 07h, domingo às 04h30, segunda às 7h, terça às 6h e quarta às 7h. Todas as edições também podem ser assistidas pelo canal do TST no Youtube: www.youtube.com/tst.
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Rádio e TV
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4264
crtv@tst.jus.br

Fonte Oficial: http://www.tst.jus.br/web/guest/noticias?p_p_id=89Dk&p_p_lifecycle=0&refererPlid=10730&_89Dk_struts_action=%2Fjournal_content%2Fview&_89Dk_groupId=10157&_89Dk_articleId=24536816.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Fazendeiros são condenados por manter trabalhadores em situação análoga à de escravos

document.write(‘Seguir‘); !function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”http://platform.twitter.com/widgets.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,”script”,”twitter-wjs”); A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu, por unanimidade, condenar …