Conselho da Mulher pede fim do preconceito contra público LGBT :: Notícia :: Prefeitura de Vitória

Para repudiar os ataques discriminatórios e pedir o fim do preconceito sexual, o Conselho Municipal da Mulher (Comum) emitiu, nesta quinta-feira (17), uma nota pública em alusão ao Dia Internacional Contra a LGBTfobia.

“O Comum vem a público manifestar repúdio e condenar as diversas formas de violência contra os direitos da população LGBT e exigir políticas públicas que garantam a cidadania dessa população”, diz um trecho da nota.

Segundo o Comum, os agressores agem amparados por uma intolerância pautada na ideologia
que fomenta o ódio à diversidade e promove o preconceito, discriminação e violência contra os homossexuais. “São atos de barbárie que causam repulsa aos cidadãos contra os direitos humanos e os princípios do estado de Direito”.

Programação

Durante o mês, haverá diversas atividades promovidas e apoiadas pela Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid). Entre elas, o ato público contra a LGBTfobia, que aconteceu nesta quinta-feira no Centro de Vitória, e o Praia das Cores, evento na praia de Camburi, no dia 27 de maio, às 15 horas.

Confira o calendário de eventos programados

19 de maio – Encontro Família no Parque, do instituto IBRAT, a partir das 15h, no Parque Pedra da Cebola
21 de maio – composição de mesa no evento Sapatão é Revolução
22 de maio – composição de mesa no evento “Se essa escola fosse minha”, na UVV, às 9h
24 de maio – Discussão sobre o universo Drag – 19h – Centro de Artes da Ufes
27 de maio – Praia das Cores, a partir das 15 na Praia de Camburi, do Grupo Cores
29 de maio – Obinrin Edição marielle Franco – 19h – Sede da Varal – Itararé

Fonte: http://www.vitoria.es.gov.br/noticias/noticia-28566.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Consumidor aprende mais sobre orgânicos no Mercado Municipal – Prefeitura de Curitiba/PR

A médica Fernanda Vasconcelos, 35 anos, já tinha planejado comprar, nesta quarta-feira (23/5), alimentos sem …

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!