Curitiba tem rede integrada de proteção e garantia dos direitos dos idosos – Prefeitura de Curitiba/PR

Esta sexta-feira (15/6) é Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Na prevenção da violação de direitos e para atender e proteger os idosos, a Prefeitura de Curitiba atua em várias frentes.

As ações são desenvolvidas pela Rede de Atenção e Proteção à Pessoa Idosa em Situação de Risco para a Violência em conjunto com a Fundação de Ação Social (FAS) e as secretarias municipais da Saúde, da Educação, do Esporte, Lazer e Juventude, de Abastecimento e demais órgãos com serviços direcionados à população acima de 60 anos.

“Em Curitiba primamos pela defesa da vida, acolhendo quem mais precisa”, afirma o prefeito Rafael Greca.

Para o acionamento da Rede de Proteção, as denúncias de violência podem feitas pela Central 156, pelo 153 da Defesa Social, o 190 da Polícia Militar ou pelo Disque 100, serviço federal que funciona todos os dias da semana, 24 horas. No Paraná, o Disque Idoso atende pelo número 0800-41-0001.

Violência

Nos primeiros quatro meses de 2018 foram registradas em Curitiba 53 notificações de violência contra o idoso, de acordo com registros do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde. As informações do Sinan indicam que agressões físicas e negligência lideram os tipos de violência contra pessoas da terceira idade residentes na capital paranaense nesse período, seguidas de casos de violência autoprovocada (automutilação ou suicídio) e psicológica.

Dados da Fundação de Ação Social mostram que, de janeiro a dezembro de 2017, 575 idosos foram inseridos no programa de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi), ofertado nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), unidades coordenadas pela FAS e que atendem pessoas que sofreram violação de direitos. No período, 1.398 pessoas idosas estavam em acompanhamento nos Creas.

Atenção ao Idoso

A Rede de Atendimento ao Idoso em Curitiba é composta por 45 Cras, nove Creas e cinco Catis. Mais de 2.550 pessoas acima de 60 anos participam de 190 grupos de convivência e fortalecimento de vínculos, ofertados pela assistência social.

Nos Cras, as pessoas idosas participam de atividades artesanais e socioeducativas que abordam vários temas, como direitos humanos, memória, envelhecimento ativo e saudável.

Nos Catis, os participantes podem fazer aulas de ioga, dança de salão, canto e seresta, dança circular e pintura em tela.

Os idosos são o público de maior participação nas atividades orientadas pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e juventude nos Clubes da Gente e demais unidades nas dez administrações regionais de Curitiba. No mês de maio foram 6.279 atendimentos ao público idoso em toda a cidade.

Na área de transporte público, 150 mil idosos são isentos de pagar a tarifa de ônibus.

Na Saúde, Curitiba tem o Hospital Zilda Arns, o primeiro do Brasil voltado para o cuidado da pessoa com mais de 60 anos. Mensalmente, são atendidos, em média, 8.270 pacientes, entre consultas e exames. A unidade tem 599 funcionários e, desde sua abertura, já realizou mais de 408 mil atendimentos.

O hospital também é sede do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), que presta atendimento integral aos pacientes em suas casas, informando as famílias para também atuarem no cuidado.

Considerando o atendimento integral à pessoa idosa, também são ofertados atendimentos da equipe multidisciplinar, composta por enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos e assistência social.

Envelhecimento

Pelo Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os residentes em Curitiba com mais de 60 anos representavam 11,30% (198.089) da população, enquanto de 0 a 14 anos correspondia a 19,97% (349.960).

Em 2017, segundo projeção do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPardes), Curitiba registrou 268,7 mil residentes maiores de 60 anos, o equivalente a 14,22% da população estimada de 1,89 milhão de pessoas.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/curitiba-tem-rede-integrada-de-protecao-e-garantia-dos-direitos-dos-idosos/46482.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Saúde promove ações de prevenção ao câncer pelo Outubro Rosa

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove uma série de atividades que marcam o mês de …