CDH debate regularização de terras indígenas no Tocantins — Senado Notícias

A regularização das terras dos índios Krahô-Kanela vai ser discutida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) em audiência pública na segunda-feira (9), às 10h. Esses índios são remanescentes de uma etnia que em 1810 possuía 4 mil indivíduos e que atualmente possui apenas 220 sobreviventes. O processo de regularização de suas terras tem sofrido entraves na Justiça e, enquanto isso, o grupo indígena tem sido deslocado de um assentamento para outro.

O requerimento para a audiência foi de iniciativa da senadora Regina Souza (PT-PI), que tem feito esforços para a regularização das terras.

– Temos de fazer o governo retomar o processo de demarcação das terras para os Krahô-Kanela. É uma questão de se fazer justiça – afirmou.

A tribo dos Krahô-Kanela somente foi reconhecida pela Funai no ano 2000, quando o Brasil assinou a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Até então, o grupo era discriminado pelo seu alto nível de miscigenação, não sendo reconhecido mais como etnia indígena.

Nos últimos 200 anos, a tribo se fundiu com outros povos como forma natural de sobrevivência. Mesmo assim, manteve o uso de sua língua, o que os permite serem identificados com os povos Timbira. Entretanto, foi seguidamente expulsa dos territórios que ocupou no estado de Tocantins e tratada como um grupo de sem-terra.

O caso mais emblemático foi a expulsão das terras da Mata Alagada, a cerca de 250 km de Palmas (TO) em uma briga judicial com a cervejaria Brahma, atualmente Ambev. Somente em 2007 conseguiram retornar parte daquelas terras. Mesmo assim, a regularização do assentamento definitivo, com a destinação de todas as áreas do entorno da tribo se encontra parada, o que resultou no pedido da audiência na CDH.

Foram convidados para a audiência representantes da Funai, do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), da Secretaria do Patrimônio da União (SPU), do IBAMA, dos índios Krahô-Kanela e dos Pataxós.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2018/07/06/cdh-debate-regularizacao-de-terras-indigenas-no-tocantins.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Eduardo Gomes defende MP com medidas de socorro ao setor aéreo — Senado Notícias

Foi aprovada nesta quarta-feira (15) a Medida Provisória 925/2020 — que, com as alterações feitas …