Seguridade debaterá prevenção do câncer de cabeça e pescoço – Câmara Notícias

 A Comissão de Seguridade Social e Família realiza, nesta quarta-feira (11), uma audiência pública para debater sobre a prevenção do câncer de cabeça e pescoço no País. Tumor de cabeça e pescoço é a denominação genérica de tumores que se originam de várias regiões das vias aéreo-digestivas, como boca, língua, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe, seios paranasais.

“É um problema de saúde pública em todo mundo, com cerca de 500 mil novos casos diagnosticados a cada ano. No Brasil, a estimativa é de 40 mil casos de câncer de cabeça e pescoço a cada ano, sobretudo na boca, esôfago cervical, laringe e glândula tireoide”, ressalta a deputada Flávia Morais (PDT-GO), que pediu o debate.

De acordo com a deputada, o câncer de boca chega a ser o quarto tipo de tumor mais frequente em algumas regiões do País, ocorrendo três vezes mais em homens do que em mulheres. Entre os fatores de risco mais conhecidos estão o tabaco e o consumo excessivo de álcool, e o risco aumenta quando se bebe e fuma simultaneamente.

A grande preocupação de Flávia Morais é que a maioria dos casos é diagnosticada já em fase avançada da doença (60% dos casos), o que impacta negativamente na sobrevida do paciente. “Para mudar este quadro, precisamos discutir os desafios para a prevenção, o diagnóstico e o tratamento do câncer de cabeça e de pescoço no Brasil”, defende.

Julho verde
Com o objetivo de alertar a população sobre os desafios para a prevenção, o diagnóstico e o tratamento da doença, foi criada a campanha Julho Verde. A ação busca mobilizar a população para que tenha consciência sobre os principais fatores de risco, saiba como ter acesso ao diagnóstico e conhecer as possibilidades de tratamento. A Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço (IFHNOS, na sigla em inglês) estabeleceu o dia 27 de julho como o Dia Mundial do Câncer de Cabeça e Pescoço.

Convidados
Foram convidados para discutir o assunto com os parlamentares:
– a representante da Associação de Câncer de Boca e Garganta (ACBG Brasil) Melissa do Amaral Ribeiro de Medeiros;
– o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Luiz Eduardo Barbalho de Melo;
– a representante da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Oncologia Clínica Aline Lauda;
– a presidente do Instituto Oncoguia, Luciana Holtz; e
– representante do Ministério da Saúde.

Participação popular
A audiência ocorrerá às 14 horas, no plenário 7. Os interessados poderão participar enviando perguntas, comentários e sugestões por meio do portal e-Democracia, no banner abaixo. 

Fonte Oficial: Câmara dos Deputados.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Uso de máscara transparente pode se tornar obrigatório para repórteres de TV — Senado Notícias

Com o objetivo de facilitar o acesso de pessoas com deficiência auditiva aos noticiários de …