Aprovada indicação de Ferreira Simões para a embaixada do Brasil no Uruguai — Senado Notícias

Por 46 votos favoráveis, quatro contrários e uma abstenção, o Plenário aprovou nesta terça-feira (10) a indicação do diplomata Antônio José Ferreira Simões para o cargo de embaixador do Brasil no Uruguai. A aprovação da indicação, relatada pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF), será comunicada à Presidência da República.

Entre as funções desempenhadas por Ferreira Simões, estão a de chefe do Núcleo de Coordenação da Área de Livre Comércio das Américas (1999/2001), chefe da Secretaria de Planejamento Diplomático (2005/2006) e embaixador em Caracas, na Venezuela (2008/2010). Desde 2015, o diplomata é embaixador na Espanha.

Ao ser sabatinado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), em maio, Antônio Simões explicou aos senadores que uma das diretrizes do governo uruguaio nos últimos anos tem sido priorizar o acúmulo de reservas cambiais, que já equivalem a quase um terço do Produto Interno Bruto (PIB) do país. Essas reservas, da ordem de U$ 18 bilhões, devem impedir que o Uruguai seja fortemente afetado pela instabilidade econômica por que vem passando a Argentina. E, com isso, fortalecer os laços do Uruguai com outros países, como China e Brasil.

Ferreira Simões anunciou aos senadores ainda que dará continuidade em Montevidéu a tratar o Uruguai como uma das prioridades da agenda externa brasileira.

Uruguai

O Uruguai tem população de 3,44 milhões de pessoas e é um dos principais parceiros do Brasil na América do Sul. No âmbito comercial, o intercâmbio revela-se superavitário em relação ao Brasil. Em 2017, o Brasil foi o segundo maior fornecedor de produtos para o Uruguai compondo 17,8% das exportações, atrás apenas da China (21,4%). O Brasil também foi o segundo destino das importações uruguaias (19,6%), atrás, por igual, da China (19,7%).

As exportações brasileiras para o Uruguai são compostas, principalmente, por óleo bruto de petróleo, automóveis de passageiros, veículos de transporte de mercadorias, carne suína, mate, minério de manganês e açúcar refinado. Já o Uruguai exporta para o Brasil, especialmente, leite e nata, malte, energia elétrica, arroz, embalagem de plástico para transporte, margarina, borracha não vulcanizada, queijo e requeijão, tubos e perfis ocos de ferro ou aço e carne bovina.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2018/07/10/aprovada-indicacao-de-ferreira-simoes-para-a-embaixada-do-brasil-no-uruguai.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Uso de máscara transparente pode se tornar obrigatório para repórteres de TV — Senado Notícias

Com o objetivo de facilitar o acesso de pessoas com deficiência auditiva aos noticiários de …