Cidadania: pessoas condenadas pela Justia concluem curso em Direitos Humanos :: Notcia :: Prefeitura de Vitria

Josué de Oliveira

Luciana Fiorin participou da entrega dos certificados e destacou que o curso ajuda os participantes a promover a uma reflexão no dia a dia (Ampliar imagem)

Depois de três meses, chegou ao fim a 26ª turma do curso “Formação Básica em Direitos Humanos” do projeto Exercendo Cidadania, voltado para pessoas condenadas pela Justiça que cumprem pena de até quatro anos. A entrega dos certificados aconteceu na noite desta última quinta-feira (12), no auditório do Centro Integrado de Cidadania (CIC) Zumbi dos Palmares, mais conhecido como Casa do Cidadão, em Itararé.

Durante as aulas, os integrantes participaram de diversas palestras com temas variados, como violência doméstica, diversidade e equidade de gênero, direitos da pessoa com deficiência, direitos da população em situação de rua e direitos da criança e do adolescente. Ao todo, foram 93 horas de formação.

Para a secretária em exercício da Secretaria Municipal de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid), Luciana Fiorin, a formação certamente irá contribuir para que os participantes coloquem em prática os conteúdos e que possam promover uma reflexão no dia a dia sobre os temas estudados durante o curso.

“Espero que vocês possam, mais do que nunca, continuar exercendo a cidadania e que sejam multiplicadores do que aprenderam, contribuindo para a construção de uma cultura de paz. Essa troca de ponto de vista é muito importante para o crescimento pessoal de cada um de nós. Este projeto é um motivo de muito orgulho para a secretaria”, disse.

Agradecimentos

Durante a cerimônia, dois participantes usaram a palavra para agradecer a secretaria pelo trabalho que foi realizado nesse período e também aos facilitadores que ministraram as palestras e oficinas. 

“Esse é um momento especial, e tudo que aprendemos vai ser levado adiante. Nessa nova caminhada, temos que respeitar o outro. Claro que cada um tem sua mentalidade, mas isso não pode gerar conflito. Tem que gerar o diálogo, e nós aprendemos muito sobre isso”, disse um dos alunos.

Outro participante lembrou a dificuldade que era comparecer ao curso, mas que valeu a pena ter concluído mais essa etapa da vida. Segundo ele, os facilitadores contribuíram bastante para o crescimento e o conhecimento adquiridos.

“Isso ninguém tira da gente. Tenho certeza que cada um vai levar algo diferente para a vida e também passar para os filhos e parentes. Exercer a cidadania é ser cidadão, é olhar para o outro e respeitar seu direito”, declarou.

O projeto Exercendo a Cidadania é realizado pela Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid), em parceria com a Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas (VEPEMA).

Fonte: http://www.vitoria.es.gov.br/noticias/noticia-29649.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Prefeitura revitaliza asfalto na Avenida Omar Sabbag, no Botânico – Prefeitura de Curitiba/PR

O prefeito Rafael Greca esteve, na manhã desta terça-feira (17/7), no cruzamento da Avenida Omar Sabbag …

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!