Comissão aprova projeto que assegura a paciente com câncer direito a informações sobre direitos sociais – Câmara Notícias

Comissão aprova projeto que assegura a paciente com câncer direito a informações sobre direitos sociais

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou o Projeto de Lei 8015/17, do falecido deputado Rômulo Gouveia, que assegura ao paciente com câncer o direito a ser informado a respeito de todos os direitos sociais assegurados aos portadores da doença. A proposta aperfeiçoa a Lei 17.732/12, que já prevê a garantia de tratamento integral e gratuito do câncer no Sistema Único de Saúde (SUS).

Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados

Geraldo Resende afirmou que a proposta é simples, não gera custos e pode ser incluída na rotina dos atendimentos

O relator do projeto, deputado Geraldo Resende (PSDB-MS), concordou com o argumento do autor de que é preciso informar melhor os pacientes e suas famílias sobre os direitos previstos na legislação brasileira para os portadores de câncer. Entre esses direitos, estão a isenção de Imposto de Renda, a possibilidade de saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS/PASEP e o recebimento de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.

“A grande maioria das pessoas portadoras de câncer desconhece os seus direitos e deixa de buscá-los, perdendo a oportunidade de usufruir de benefícios que lhes confeririam melhores condições de enfrentar o tratamento e alcançar a recuperação plena”, afirma Geraldo Resende.

A proposta de Rômulo Gouveia, de acordo com o relator, é simples e benéfica e pode ser incluída na rotina dos atendimentos como iniciativa dos gestores da saúde. “Não há aumento de gastos de nenhuma natureza e a informação a ser divulgada está acessível com extrema facilidade”, destaca Geraldo Resende.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) apresenta em seu site orientações sobre os direitos dos pacientes.

Tramitação
O projeto, que tem caráter conclusivo, ainda precisa ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Fonte Oficial: Câmara dos Deputados.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Congresso aprovou 18 medidas provisórias no primeiro semestre — Senado Notícias

No primeiro semestre de 2018, o Congresso aprovou 18 medidas provisórias, algumas delas sobre temas …

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!