Justiça Federal concede liberdade a ex-ministro Henrique Eduardo Alves – JOTA

Crédito JBatista / Câmara dos Deputados

O juiz da 14ª Vara Federal de Natal Francisco Eduardo Guimarães Rosa concedeu liberdade ao ex-ministro Henrique Eduardo Alves (MDB-RN), preso desde 6 de junho do ano passado por suspeita de envolvimento em desvios nas obras da Arena as Dunas, em Natal. Atualmente, Alves cumpria prisão domiciliar.

O magistrado atendeu nesta quinta-feira (12/7) a um pedido da defesa e estendeu a Alves os efeitos da decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do STF, que revogou a prisão de outro réu no mesmo processo, o ex-deputado Eduardo Cunha (MDB-RJ).

“Quanto ao pedido de extensão ao acusado Henrique Eduardo Lyra Alves dos efeitos da decisão liminar proferida no HC 158.157-RN, que determinou a soltura de Eduardo Cunha por excesso de prazo, considerando que há nos autos manifestação do MPF pela concessão do pedido e que os fundamentos adotados pelo Exmo. Sr. Ministro Marco Aurélio Mello se aplicam, pelas mesmas razões, ao ora requerente, defiro-o, determinando a expedição de
alvará de soltura”, definiu Rona na decisão.

De acordo com o advogado de Alves, Marcelo Leal, nesta sexta-feira (13/7) ocorrerá o último ato de instrução do processo, com o interrogatório de Eduardo Cunha. “Após a oitiva de quase uma centena de testemunhas, com todas as provas favoráveis à defesa, o processo caminha a passos largos para a absolvição de Henrique”, afirmou.

Henrique Eduardo Alves foi presidente da Câmara dos Deputados entre 2013 e 2015, e ministro do Turismo entre 2015 e 2016, no governo da presidente Dilma Rousseff.

Fonte Oficial: https://www.jota.info/jotinhas/justica-federal-concede-liberdade-henrique-eduardo-alves-13072018.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Um terço das candidatas mineiras não existe na internet – Congresso em Foco

Joana Suarez (com colaboração da equipe Libertas) A professora Carla*, do interior de Minas Gerais, …