Ayres Britto diz que Toffoli não pautará caso Lula sem consultar colegas – Congresso em Foco

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto acredita que o novo presidente da corte, Dias Toffoli, não pautará recursos apresentados pela defesa do ex-presidente Lula sem consultar os demais pares. O ex-ministro falou ao Congresso em Foco minutos antes de acompanhar a posse de Toffoli.

Para Ayres Britto, Toffoli vai impor seu estilo aos poucos, e não pautar temas polêmicos “discricionariamente”. “A gente tem, primeiro, de observar o estilo dele. É poder do presidente da Casa pautar os processos para julgamento. Esse ’empoderamento’ é próprio do cargo de presidente. Vamos ver, aguardar, para ver que estilo. É evidente que o presidente que chega não faz isso discricionariamente. Ele o faz tendo em vista a repercussão maior de determinado processo para a sociedade, como um todo – repercussão quanto ao conteúdo das causas, das teses, o conteúdo econômico, social, político. São balizas para o presidente pautar um julgamento”, declarou.

Questionado sobre a possibilidade de a questão ir a plenário ainda neste ano, Ayres Britto evitou ser enfático. “Eu não tenho opinião formada sobre isso. Prefiro aguardar. Sigo observando”, abreviou.

“É uma expectativa boa. Trabalhei com ele alguns anos e testemunhei nele a convergência de virtudes que o credenciam para esta nova liderança. Ele é agregador, conciliador, e desempenha bem, administrativamente, o papel de primus inter pares [primeiro entre os pares], como se dizia antigamente em latim. Administrativamente, porque, tecnicamente, é todo mundo igual”, acrescentou o ex-ministro.

 

Ayres Britto saúda instituições que “impedem desgoverno” em balanço de 2017; leia a entrevista

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Compras na Black Friday exigem precaução – Jornal do Comércio

consumo Edição impressa de 20/11/2018. Alterada em 19/11 às 22h40min Compras na Black Friday …