Worktiba Barigui ensina como vender serviços para o município – Prefeitura de Curitiba/PR

O Worktiba Barigui, coworking público da Prefeitura, realizou nesta quarta-feira (12/9) a primeira palestra da série Sou MEI e Quero Vender para o Município. O tema é um pedido recorrente dos coworkers incubados no espaço e do público que frequenta as palestras, que ocorrem todas as quartas-feiras, às 15h.

Só em 2018 estão sendo destinados pelo município R$ 18 milhões para esse tipo de contratação de Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP).

O coordenador de recursos descentralizados da Secretaria Municipal de Educação, Adriano Mario Guzzoni, explicou como funciona o sistema de descentralização de recursos e de compras da secretaria, que fomenta o comércio e serviços locais. “São pequenas compras e serviços, é a troca de um vidro, a manutenção de um sistema de som, a compra de material esportivo ou de limpeza, são milhares de opções disponibilizadas para os gestores das unidades de ensino contratarem diretamente essas empresas”, comentou.

Guzzoni também ressaltou a importância da descentralização como uma forma moderna de compra. “Antigamente se comprava lotes enormes de produtos, fazia-se o armazenamento e a distribuição para as unidades. Nos pequenos reparos era preciso deslocar uma equipe completa de manutenção, às vezes somente para fazer a simples troca de um vidro”, lembrou ele. “Hoje as unidades têm autonomia, podem contratar diretamente, muito mais rápido e com fornecedores locais”, comparou.

Transparência

Em 2017, a Prefeitura repassou R$ 12,8 milhões do Fundo Rotativo para as unidades. Os recursos descentralizados beneficiaram cerca de 140 mil crianças e adolescentes.

A população pode conferir como cada escola aplica o dinheiro do Fundo. A movimentação está registrada no sistema Gestão de Recursos Financeiros GRF, disponibilizado no site www.cidadedoconhecimento.org.br da Secretaria Municipal da Educação.

Cadastro

O processo de cadastro dos fornecedores é simples e on-line. Todas as informações estão no portal Cidade do Conhecimento.

Os gestores das unidades contam com um cartão de crédito pré-carregado com os recursos para a escola ou creche. Com ele fazem o pagamento direto pelo serviço ou produto contratado.

Todas as compras são acompanhadas e fiscalizadas pela Secretaria Municipal de Educação, independente do valor pago. “Além dos três orçamentos, comprovando o menor valor pago, acompanhamos todas as solicitações, viabilidade técnica do empenho, pagamentos e processos”, comentou.

Próxima palestra

A próxima palestra do Worktiba Barigui será quarta-feira (19/9), às 15h, e continuará tratando do tema de compras do município, mas com foco em licitações e compra direta por outras secretarias do município.

Técnicos da Secretaria Municipal de Administração (Seplad) vão explicar como é o cadastro e o processo via portal E-Compras do município e esclarecer dúvidas dos empreendedores.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/worktiba-barigui-ensina-como-vender-servicos-para-o-municipio/47561.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Lance de Craque: EPTC informa esquema de trânsito e transporte

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) preparou esquema de trânsito e transporte para …