Worktiba Barigui ensina como vender serviços para o município – Prefeitura de Curitiba/PR

O Worktiba Barigui, coworking público da Prefeitura, realizou nesta quarta-feira (12/9) a primeira palestra da série Sou MEI e Quero Vender para o Município. O tema é um pedido recorrente dos coworkers incubados no espaço e do público que frequenta as palestras, que ocorrem todas as quartas-feiras, às 15h.

Só em 2018 estão sendo destinados pelo município R$ 18 milhões para esse tipo de contratação de Microempreendedores Individuais (MEI), Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP).

O coordenador de recursos descentralizados da Secretaria Municipal de Educação, Adriano Mario Guzzoni, explicou como funciona o sistema de descentralização de recursos e de compras da secretaria, que fomenta o comércio e serviços locais. “São pequenas compras e serviços, é a troca de um vidro, a manutenção de um sistema de som, a compra de material esportivo ou de limpeza, são milhares de opções disponibilizadas para os gestores das unidades de ensino contratarem diretamente essas empresas”, comentou.

Guzzoni também ressaltou a importância da descentralização como uma forma moderna de compra. “Antigamente se comprava lotes enormes de produtos, fazia-se o armazenamento e a distribuição para as unidades. Nos pequenos reparos era preciso deslocar uma equipe completa de manutenção, às vezes somente para fazer a simples troca de um vidro”, lembrou ele. “Hoje as unidades têm autonomia, podem contratar diretamente, muito mais rápido e com fornecedores locais”, comparou.

Transparência

Em 2017, a Prefeitura repassou R$ 12,8 milhões do Fundo Rotativo para as unidades. Os recursos descentralizados beneficiaram cerca de 140 mil crianças e adolescentes.

A população pode conferir como cada escola aplica o dinheiro do Fundo. A movimentação está registrada no sistema Gestão de Recursos Financeiros GRF, disponibilizado no site www.cidadedoconhecimento.org.br da Secretaria Municipal da Educação.

Cadastro

O processo de cadastro dos fornecedores é simples e on-line. Todas as informações estão no portal Cidade do Conhecimento.

Os gestores das unidades contam com um cartão de crédito pré-carregado com os recursos para a escola ou creche. Com ele fazem o pagamento direto pelo serviço ou produto contratado.

Todas as compras são acompanhadas e fiscalizadas pela Secretaria Municipal de Educação, independente do valor pago. “Além dos três orçamentos, comprovando o menor valor pago, acompanhamos todas as solicitações, viabilidade técnica do empenho, pagamentos e processos”, comentou.

Próxima palestra

A próxima palestra do Worktiba Barigui será quarta-feira (19/9), às 15h, e continuará tratando do tema de compras do município, mas com foco em licitações e compra direta por outras secretarias do município.

Técnicos da Secretaria Municipal de Administração (Seplad) vão explicar como é o cadastro e o processo via portal E-Compras do município e esclarecer dúvidas dos empreendedores.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/worktiba-barigui-ensina-como-vender-servicos-para-o-municipio/47561.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Sete postos de saúde abrem neste sábado para a vacinação – Prefeitura de Curitiba/PR

Neste sábado pela manhã (23/2), sete unidades de saúde de Curitiba vão abrir para a …