Guarda Municipal intensifica ações de segurança nas praças e ruas do Centro – Prefeitura de Curitiba/PR

Assim como a Fundação de Ação Social (FAS), a Guarda Municipal intensificou o trabalho no Centro da capital. As prisões e apreensões efetuadas pela corporação na região ultrapassam 200 ocorrências, de janeiro a agosto. A repressão ao porte, uso e tráfico de drogas já levou 79 pessoas para a delegacia neste ano.

Na sequência de registros relacionados a substância ilícita, destaca-se o número de flagrantes relativos ao crime de roubo: 28 prisões e apreensões. O trabalho da Guarda no Centro ainda teve como resultados combate aos crimes de dano, furto, agressão, ameaça, porte ilegal de arma de fogo, assédio sexual, atos obscenos, perturbação do sossego e até apreensão de moeda falsa, de acordo com balanço da corporação divulgado no início de setembro.

“Quase todos os dias os guardas fazem, ao menos, uma prisão no Centro de Curitiba, a partir das abordagens a suspeitos”, destaca o diretor da Guarda Municipal, Odgar Nunes Cardoso. São rondas com atenção redobradas realizadas por equipes a pé, com motos e viaturas, além de módulos fixos e móveis.

Esse trabalho foi intensificado a partir de julho, quando o Passeio Público, a Praça Tiradentes, a Praça Osório, o Centro Histórico e a Rua XV de Novembro passaram a contar com guardas presentes de forma fixa, 24 horas por dia.

Além da atuação da Guarda Municipal, o trabalho de segurança pública nas ruas de Curitiba é de responsabilidade das políticas militar e civil.

Somente no mês de agosto, foram 43 prisões e apreensões no Centro, realizadas pela Guarda Municipal. No mês anterior, outras 30, aumentando a média mensal, que no início do ano era de cerca de 20.

“Agora, os 60 novos guardas que passaram pelo curso de formação começaram o estágio supervisionado, que é o início do trabalho deles nas ruas, acompanhados por equipes mais experientes, e boa parte desse trabalho será feito no Centro”, adianta o diretor da GM.

Praças vigiadas

Primeiro parque da cidade, o Passeio Público abriga a base do Grupo Tático de Motos (GTM) da corporação. De lá, todos os dias, guardas municipais saem para fazer o patrulhamento com motos por trajetos diferentes a cada dia, com atenção especial para o Centro Histórico. “Fazemos o combate à microcriminalidade, infelizmente presente nos centros das grandes cidades, que é a compra, venda e uso de pequenas quantidades de entorpecentes”, explica Cardoso.

O trabalho se estende para as praças da região central, que concentram 75 flagrantes do total de 201 da GM desde o início do ano. A maior parte delas nas praças Carlos Gomes (22 flagrantes) e Tiradentes (19). Na sequência aparecem praças Osório (11), Eufrásio Correia (9), Rui Barbosa (8) e Generoso Marques (6).

Integração

O trabalho em parceria com as polícias Civil e Militar têm rendido resultados efetivos para a segurança pública. Em uma das ações, deflagrada em julho, foi possível desarticular a principal quadrilha que praticava pequenos furtos – os chamados pinguistas – no Centro.

Doze pessoas foram presas pela Polícia Civil. O trabalho começou a partir de imagens enviadas à Secretaria Municipal da Defesa Social. A identificação dos suspeitos foi iniciada pelo departamento de inteligência da Defesa Social, com continuidade dos trabalhos de qualificação e investigação pela polícia.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/guarda-municipal-intensifica-acoes-de-seguranca-nas-pracas-e-ruas-do-centro/47641.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Luciano Cartaxo entrega portarias a 70 aprovados no concurso da Sedurb

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, entregou, na manhã desta quinta-feira (2), as portarias …