Alunos da Escola Municipal Papa João XXIII aprendem com música – Prefeitura de Curitiba/PR

Um grupo de professores criou letras de músicas para ensinar história, geografia, ciências, matemática e língua portuguesa aos estudantes das turmas de 6º ao 9º ano da Escola Municipal Papa João XXIII, no Portão. Com as composições, conseguiram estimular a turma e os resultados aparecem dentro e fora de sala de aula.

A banda de professores Abalo Sísmico e Moderadores do Relevo utiliza redes sociais para conversar e se aproximar dos estudantes. Em sala de aula, em meio à cantoria, o grupo vai conquistando a simpatia e a atenção dos alunos, que aprendem história, geografia, ciências, matemática e língua portuguesa de forma descontraída.

O idealizador da proposta foi o professor de Geografia Wladimir Trevizani, que percebeu momentos de dispersão ou falta de interesse de parte de alguns adolescentes. Trevisan viu que precisava mudar rapidamente a aula para garantir o rendimento dos estudantes. “Como alguns tinham dificuldade em absorver certos conteúdos, eu precisava dar uma animada na aula”, diz.

As possibilidades de usar música no ambiente escolar serviram como inspiração e outros professores se uniram à ideia. Assim foi criada a banda Abalo Sísmico e Moderadores do Relevo. “Além de professores, temos alguns músicos na escola e, então aproveitamos nossa experiência para inserir as canções e trabalhar conteúdos com eles a partir do grupo musical”, explica o professor.

As letras são autorais, criadas a partir de temas do currículo escolar. Quando compõem, os professores unem duas paixões: a educação e a música. Assim são criados refrões e rimas em variados estilos, como reggae, rap, forró, blues e rock, para reforçar conceitos de hidrografia, resolução de problemas, gramática e outros conteúdos.

Soltando a voz

Fãs das bandas, os estudantes leem as letras, discutem os conteúdos apresentados, aprendem a cantar e memorizam as informações com maior facilidade. “Chego em casa cantando, levando o conhecimento das músicas que o professor usa pra nos ensinar”, conta Mateus Rodrigues, 12 anos.

Para o menino aprender coordenadas geográficas bastou ensaiar um rap. “Sempre achei complicado entender a divisão da Terra com linhas imaginárias, mas foi só o professor apresentar a letra e quando vi estava cantando e entendendo como tudo funciona”, explicou Mateus.

A metodologia passou a ser usada frequentemente, porém sempre há uma introdução formal. “Não dá para eu chegar só com a música. Trago os tópicos, por exemplo, o relevo, explico e depois faço a música com eles, que vão me ajudando a rimar”, revela o professor.

Aula show

Na última quinta-feira, (11/10) a banda a fez uma aula show na escola, em homenagem ao Dia dos Professores, que é celebrado nesta segunda (15/10). A iniciativa foi aprovada pela comunidade escolar e os estudantes reconhecem que as músicas têm conteúdo que facilita a aprendizagem. “É muito bom. A gente aprende mais rápido”, garante Mateus.

No canal do Youtube estão alguns dos trabalhos produzidos pela banda: Terra, meu planeta blues, De repente, coordenadas, Com fuso horário, Olha o Vulcão.

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/alunos-da-escola-municipal-papa-joao-xxiii-aprendem-com-musica/47911.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Quatro unidades estarão abertas para vacinação neste sábado – Prefeitura de Curitiba/PR

Quatro unidades de saúde de Curitiba estarão abertas neste sábado (27/4), das 8h às 12h, …