TRT da 5ª Região (BA) cede código-fonte de aplicativo voltado para plano de saúde

document.write(‘‘); !function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0];if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=”http://platform.twitter.com/widgets.js”;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document,”script”,”twitter-wjs”);



O app trará várias funcionalidades das áreas administrativa e de saúde

Em visita institucional ocorrida nesta quarta-feira (24), magistrados do TRT da 5ª Região (Bahia) fizeram uma doação ao Tribunal Superior do Trabalho e ao Conselho Superior da Justiça do Trabalho de um aplicativo. A ideia é que possa ser usado, sobretudo, pelos ministros e servidores que fazem parte do TST Saúde, uma vez que possibilita a disponibilização de informações da rede de hospitais e clínicas credenciadas. 

No encontro, a presidente do TRT da 5ª Região, desembargadora Maria de Lourdes Linhares, afirmou que a ferramenta desenvolvida permite o acesso rápido a informações úteis no dia a dia, facilitando a pesquisa, inclusive em situações de emergência. 

O presidente do TST, ministro Brito Pereira, agradeceu a doação. “Esse compartilhamento de conhecimento é muito salutar. No caso do aplicativo, temos mais uma demonstração de como a Justiça do Trabalho está sempre na vanguarda da inovação e da tecnologia”, disse o ministro Brito Pereira. 

O ouvidor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Cláudio Brandão, é membro do comitê gestor do TST-Saúde. Designado para coordenar o desenvolvimento de um aplicativo para o plano de saúde do Tribunal, o ministro considera que a ferramenta cedida antede às necessidades do TST. Entre as funcionalidades disponíveis no aplicativo, destaca-se a que permite utilizar mapas localizadores para encontrar com mais facilidade os endereços dos serviços hospitalares, além do fato de não se limitar à área de saúde. “É um aplicativo multifuncional”, observa o ministro. 

(Secom/TST Foto: Fellipe Sampaio)

<!– –> var endereco; endereco = window.location.href; document.write(‘‘) <!—-> Inscrição no Canal Youtube do TST

Fonte Oficial: http://www.tst.jus.br/web/guest/noticias?p_p_id=89Dk&p_p_lifecycle=0&refererPlid=10730&_89Dk_struts_action=%2Fjournal_content%2Fview&_89Dk_groupId=10157&_89Dk_articleId=24718329.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Acidente de trabalho: repositor de supermercado com contrato temporário tem direito à estabilidade 

A decisão segue o entendimento consolidado do TST sobre a matéria. 03/06/20 – A Quinta Turma …