Ensino na área da saúde capital pode ser restrito à modalidade presencial


JOSÉ RENATO SIMÃO
DA REDAÇÃO 

 O PL (Projeto de Lei) 328/2018, de autoria da vereadora Edir Sales (PSD), pretende proibir a realização de cursos na modalidade de ensino a distância na área da saúde, na cidade de São Paulo.

De acordo com a justificativa do Projeto, a formação de profissionais neste setor exige aprofundamento de conhecimentos teóricos e técnicos que podem ser prejudicados na modalidade.

“As tecnologias em saúde e farmacêuticas são extremamente dinâmicas, a aplicação de vacinas e outros métodos requerem do estudante o contato direto com sua evolução profissional, a fim de garantir a eficácia de sua intervenção ao paciente seja prudente, eficaz e com métodos que foram aprendidos presencialmente”, afirma o documento.

O descumprimento da proibição pode acarretar à instituição uma multa diária de R$ 50 mil, valor triplicado em caso de reincidência. Uma nova infração também sujeitaria a instituição à cassação do alvará de funcionamento com o imediato fechamento do estabelecimento.

O Projeto de Lei está em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo.

Acompanhe aqui outros Projetos em tramitação da vereadora Edir Sales (PSD). No link você também poderá obter os canais de comunicação da parlamentar e participar diretamente do mandato por meio de propostas, sugestões ou recebendo informativos através do formulário “Fale com a Vereadora”.

 

Fonte Oficial: http://www.saopaulo.sp.leg.br/blog/ensino-na-area-da-saude-em-sao-paulo-pode-ser-restrito-a-modalidade-presencial/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Câmara foi fundamental na organização do espaço urbano da cidade

Atualizado em (19/01/2019 – 09h00) | Geral, Memória, Notícias DA …