Mulheres com deficiência poderão ter garantia de acesso a tratamento para câncer

DANIEL MONTEIRO
DA REDAÇÃO

Para as mulheres com deficiência terem o acompanhamento médico adequado, o PL (Projeto de Lei) 614/2017, de autoria do vereador Paulo Frange (PTB), pretende garantir as condições e equipamentos necessários ao atendimento desse público na Campanha Permanente de Prevenção do Câncer Ginecológico e Mamário, da Rede Municipal de Saúde.

A justificativa do PL indica que, apesar de ser obrigação do Estado garantir acesso universal à saúde, as mulheres com deficiência sofrem para ter seus direitos respeitados, principalmente em relação aos exames ginecológicos de prevenção do câncer de colo de útero e de mama.

Exemplo: a mulher paraplégica necessita apenas de uma cadeira de elevação ajustável para realizar a mamografia, o que facilita a realização do exame. Contudo, destaca o PL, é praticamente impossível que as mulheres tetraplégicas sejam atendidas, sem um ambiente devidamente preparado para este fim.

Tal situação faz com que as mulheres com deficiência tenham dificuldades para receber atendimento digno, o que pode levá-las a deixar de lado os cuidados necessários com a saúde.

O PL propõe a garantia de equipes com profissionais treinados para esse tipo de atendimento, salas adaptadas com mesa ginecológica especial, além de outros equipamentos específicos que sejam necessários.

“A realização bem sucedida destes exames é muito importante para a prevenção, tanto do câncer de útero quanto do câncer de mama, que é uma das causas de maior mortalidade entre as mulheres no mundo”, afirma Frange, no texto do Projeto, que segue em tramitação na Câmara Municipal de São Paulo.

Acompanhe aqui outros Projetos em tramitação do vereador Paulo Frange (PTB). No link você também poderá obter os canais de comunicação do parlamentar e participar diretamente do mandato por meio de propostas, sugestões ou recebendo informativos através do formulário “Fale com o Vereador”.

 

Fonte Oficial: http://www.saopaulo.sp.leg.br/blog/mulheres-com-deficiencia-poderao-ter-garantia-de-acesso-a-tratamento-para-cancer/.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Comissão debate situação de UBS do distrito de Marsilac, no extremo sul da cidade

Comissão de Saúde (14/8) LETÍCIA GOMESDA REDAÇÃO Em reunião nesta quarta-feira (14/08), a Comissão de Saúde, …