Reguffe reivindica correção dos limites de isenção da tabela do Imposto de Renda — Senado Notícias

Em pronunciamento em Plenário nesta segunda-feira (11), o senador Reguffe (sem partido-DF) criticou a demora do governo em corrigir os limites de isenção da tabela do Imposto de Renda.

O parlamentar apresentou os números do estudo A Defasagem na Correção da Tabela do Imposto de Renda Pessoa Física, publicada pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). De acordo com a pesquisa, caso a tabela fosse corrigida, estariam isentos de pagar Imposto de Renda os trabalhadores que ganhassem até R$ 3.689,93. Atualmente estão isentos apenas os que recebem até R$ 1.903,98. A dedução por dependente passaria de R$189,59 à R$370,58, por mês. E o teto das deduções com educação passaria de R$ 3.739,57 para R$ 6.961,40.

— O governo, ao não corrigir os limites de isenção da tabela do Imposto de Renda, retira do assalariado mais imposto do que ele deveria estar pagando. E isso precisa ser combatido — afirmou Reguffe.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/02/11/reguffe-reivindica-correcao-dos-limites-de-isencao-da-tabela-do-imposto-de-renda.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Vetado projeto que estabelecia prazo para julgamento de medidas cautelares — Senado Notícias

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu vetar integralmente, por inconstitucionalidade, o projeto que estabelecia …