Fux suspende ações contra Bolsonaro no STF até fim do mandato – Congresso em Foco

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux determinou, na última segunda-feira (11), a suspensão de duas ações em que o presidente Jair Bolsonaro é réu na Corte. Os dois processos (um por apologia ao estupro e outro por injúria) deverão ficar congelados até o fim do mandato de Bolsonaro.

Fux tomou a decisão com base em dois artigos da Constituição, que determinam que o presidente não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções, e que a suspensão do processo permanece enquanto durar o mandato. Os processos se referem ao mesmo episódio, de 2014, episódio, entre o presidente e a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

STJ confirma condenação de Bolsonaro por danos morais à deputada Maria do Rosário

À época deputado, Bolsonaro reproduziu na tribuna da Câmara uma fala direcionada à parlamentar petista em 2003: de que ele não a estupraria “porque ela não merece”.

“Fica aí, Maria do Rosário, fica [disse Bolsonaro a Maria do Rosário, que deixava o plenário]. Há poucos dias, tu me chamou de estuprador, no Salão Verde, e eu falei que não ia estuprar você porque você não merece. Fica aqui pra ouvir”, disse o então deputado pelo PP-RJ.

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!









Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Revisão – Juiz de Direito SC – Dizer o Direito

Olá amigos do Dizer o Direito, Está disponível a revisão para o concurso de Juiz …