Fiscalização coíbe transporte irregular de estudantes em Santa Felicidade – Prefeitura de Curitiba/PR

A região de Santa Felicidade foi o foco de nova fiscalização integrada para coibir o transporte irregular de estudantes, na quinta-feira (21/2). Foram emitidos 15 autos de infração por irregularidades constatadas por equipes da Superintendência de Trânsito (Setran), Urbanização de Curitiba S.A. (Urbs) e Guarda Municipal.

A operação aconteceu nos arredores de cinco estabelecimentos escolares: os colégios estaduais Francisco Zardo, Ângelo Trevisan e Santa Felicidade e as escolas municipais Vinhedos e Vereador João Stival.

Foram oito notificações pelo transporte remunerado de passageiros sem autorização e três por conduzir o veículo com equipamento obrigatório em desacordo com as regras estipuladas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

“No caso das vans vistoriadas foi a falta do tacógrafo, dispositivo para monitorar tempo de uso, distância percorrida e velocidade que o veículo desenvolveu”, explica o diretor de Fiscalização da Setran, Wagnelson de Oliveira.

Em três casos, as autuações foram por falta de atualização no cadastro de habilitação. “Estavam sem registro Exerce Atividade Remunerada (EAR), que é obrigatório”, diz Oliveira. Também houve o caso de uma van que transportava estudantes sem a caracterização exigida a todos os veículos que fazem esse tipo de atividade.

Além das multas aos responsáveis pelo transporte irregular de passageiros, outras três autuações foram aplicadas a veículos de passeio estacionados irregularmente – um deles removido pelo serviço de guincho da Setran.


 

Especificações e licenças para o serviço
O transporte escolar é um serviço regulamentado e com licenciamento obrigatório. Em Curitiba é a Urbs quem controla o serviço, emite as licenças, fiscaliza o trabalho dos motoristas, acompanha a capacitação e vistoria o veículo.

Além do adesivo, que tem a data de validade da vistoria (seis meses), os usuários do serviço devem exigir dos responsáveis pelo transporte o Certificado Cadastral do Condutor, documento concedido a motoristas profissionais que têm mais de 21 anos de idade e estão habilitados nas categorias “D” e “E”.

O certificado só é fornecido aos motoristas com pelo menos dois anos de experiência profissional, bons antecedentes e que tenham curso específico de condutores de veículos.

A relação dos prestadores de transporte escolar licenciados pela Urbs pode ser consultada pelo site www.urbs.curitiba.pr.gov.br, clicando em Transporte e, em seguida, em Transporte Escolar. A pesquisa está disponível por bairros, basta clicar no bairro de interesse para ter acesso ao número de identificação do veículo, nome do permissionário e telefone de contato.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/fiscalizacao-coibe-transporte-irregular-de-estudantes-em-santa-felicidade/49376.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Ciclo Os Livros de Nossa Vida recebe Jane Tutikian e Lya Luft

Na segunda-feira, 22, ocorre mais uma edição do ciclo Os livros de Nossa Vida. No …