Ato do Psol marca um ano da morte de Marielle Franco – Notícias

Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Bancada do Psol lembra assassinato da vereadora carioca, que era do partido

A bancada do Psol realizou há pouco um ato no Salão Verde da Câmara dos Deputados para marcar um ano da morte da vereadora carioca Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, no dia 14 de março de 2018. Os deputados exibiram faixas com imagens do rosto da vereadora e com pergunta: “Quem mandou matar Marielle?”.

A deputada Talíria Petrone (Psol-RJ) exigiu que o Estado brasileiro faça justiça e não vingança. “O Estado precisa devolver ao povo a possibilidade de lutar por um aprofundamento da democracia”, disse. A parlamentar atribuiu a morte da vereadora à ação de milícias no Rio de Janeiro. “A milícia domina território e tem poder econômico, político e armado.”

Os suspeitos dos assassinatos, que foram presos na terça-feira (12), são o policial militar reformado Ronnie Lessa, 48 anos, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos. As investigações apontam que Ronnie fez os disparos contra a vereadora e Élcio dirigiu o carro usado para levar o executor.

Fonte Oficial: Câmara dos Deputados.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Setor cultural do DF cobra compromisso do governo com o Fundo de Apoio à Cultura – Notícias

Setor cultural do DF cobra compromisso do governo com o Fundo de Apoio à Cultura …