Rogério Carvalho critica proposta de reforma da Previdência — Senado Notícias

O senador Rogério Carvalho (PT-SE) afirmou nesta segunda-feira (18), em pronunciamento no Plenário, que a reforma da Previdência não é uma proposta de reforma, mas uma reforma para acabar com o sistema de seguridade, construído com a luta do povo brasileiro após a redemocratização, com a Constituição de 1988. Ele também ressaltou que a crise vivida pelo país não está no sistema previdenciário.

— O que nós estamos vivenciando é a crise dos regimes próprios de Previdência dos estados que estão com deficits e que precisam ser equacionados pelos governos estaduais e que precisam ter uma política, a exemplo do que foi o Proer [Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional], para salvar o sistema financeiro no passado. Mas não ser trazido para o sistema de seguridade do país e colocar na vala comum toda a estrutura de proteção social ou mesmo comprometer essa estrutura do nosso país, que é definida pela nossa seguridade social — afirmou.

Para o senador, é preciso reunir todos os estados para definirem um novo regime de Previdência, criando para o futuro, como base, o teto da Previdência geral, e constituir novos fundos.

Rogério Carvalho ainda defendeu a manutenção do salário mínimo como referência do piso da remuneração para o Benefício de Prestação Continuada e a vinculação do benefício da aposentadoria ao salário mínimo.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte Oficial: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/03/18/rogerio-carvalho-critica-proposta-de-reforma-da-previdencia.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Comissão aprova carteira profissional de notários e escreventes – Notícias

Luis Macedo/Câmara dos Deputados Mauro Nazif, relator: carteira profissional vai tornar pública a condição de …