Exposição de fotos divulga a arte da capoeira nas regionais – Prefeitura de Curitiba/PR

No Dia Internacional contra a Discriminação Racial, celebrado nesta quinta-feira (21/3), a Prefeitura abriu a exposição Capoeira Patrimônio da Humanidade, que reúne 30 banners com imagens feitas pelo fotógrafo Daniel Rebello. As fotos retratam os elementos de uma roda de capoeira e estão em exposição no Clube da Gente Santa Felicidade.

A visitação é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h, até 21 de abril. De acordo com o assessor de Políticas da Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura, Adegmar Silva (Candiero), a exposição vai passar pelas dez Administrações Regionais da cidade.  

“O objetivo é divulgar a arte da capoeira, que recentemente foi elevada ao status de Patrimônio da Humanidade pela Unesco”, explicou Candiero. “Além disso, a capoeira está presente em mais de 200 países nos cinco continentes. É a arte que mais divulga a língua portuguesa no mundo”, completou. 

As fotos expostas foram feitas no Memorial de Curitiba e na Praça Tiradentes, onde a Assessoria de Promoção da Igualdade Racial promove a cada 15 dias uma roda de capoeira, sempre aos sábados às 14h.  

Esta é mais uma ação da Prefeitura pela igualdade racial na cidade. Na quarta-feira (20/3), o prefeito Rafael Greca recebeu a cartilha Curitiba Consciente, que é um estudo feito nos últimos anos para promover a igualdade racial.

Além disso, nesta semana foi encerrado o curso nacional de formação sobre o Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial, que teve como foco a elaboração do Plano Municipal de Promoção da Igualdade Racial.

 

LEIA MAIS: 

 

Reconhecimento 

O Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) registrou a capoeira, em 2008, como Patrimônio da Cultura Brasileira. A exposição promovida pela Prefeitura tem o objetivo de divulgar e valorizar essa cultura afro-brasileira.

“A ação também contribui para a quebra de preconceitos e a valorização das importantes contribuições do povo negro na construção da nossa sociedade”, afirmou Candiero.  

Os 30 banners da exposição foram confeccionados pela Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) em parceria com a Assessoria de Promoção da Igualdade Racial.

Fotógrafo  

Daniel Rebello é fotógrafo curitibano e dedica grande parte da sua produção artística ao registro da cultura popular de rua e à religiosidade afro-brasileira do Paraná. Foi premiado pela revista National Geographic do Brasil, finalista do Prix Photo Aliança Francesa, além de ter ganho vários prêmios.  

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/exposicao-de-fotos-divulga-a-arte-da-capoeira-nas-regionais/49678.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Quatro unidades estarão abertas para vacinação neste sábado – Prefeitura de Curitiba/PR

Quatro unidades de saúde de Curitiba estarão abertas neste sábado (27/4), das 8h às 12h, …