Famílias atingidas por alagamento de fevereiro recebem móveis – Prefeitura de Curitiba/PR

Famílias que tiveram as casas alagadas durante o temporal que atingiu Curitiba, em fevereiro, começaram a receber nesta semana móveis do Disque Solidariedade – serviço da Fundação de Ação Social (FAS) que faz o recolhimento e o repasse de doações a pessoas em situação de vulnerabilidade. As primeiras entregas foram feitas nesta quarta (20/3) e quinta-feira (21/3), na Vila Torres e no Boqueirão, para 23 famílias. Nesta sexta (22/3) será a vez do Parolin.

A entrega de móveis faz parte da segunda etapa do atendimento feito pela FAS às famílias. No primeiro momento, as equipes concentraram o trabalho na localização das pessoas que estavam em situação de vulnerabilidade e no atendimento emergencial, com distribuição de colchões, cobertores e cestas básicas. Ninguém precisou de acolhimento.

“Trabalhamos inicialmente no atendimento emergencial, percorrendo áreas atingidas, localizando e cadastrando as famílias, distribuindo itens de primeira necessidade. Todo o esforço é para reduzir ao máximo os riscos a crianças, adolescentes e adultos”, explica o presidente da FAS, Thiago Ferro.    

Cadastro

A entrega dos móveis segue a ordem de chegada dos protocolos abertos pelos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), a partir das solicitações das famílias. A partir desses pedidos, o Disque Solidariedade faz a separação e entrega dos itens.

Nesta quarta-feira, 15 famílias da Vila Torres receberam camas e colchões de casal e solteiro, bicamas, fogões, sofás, aparelhos de TV, racks, guarda-roupas e armários de cozinha. Foram 34 itens levados nas casas de cada família que solicitou o material.

“Tudo que precisava”

A dona de casa Maria Elena Ferreira Silva, 35 anos, foi uma das beneficiadas. “Perdi sofá, fogão, tapete, colchão, perdi tudo. Eu não conseguia mais dormir porque ficava vigiando a porta, com medo de alagar de novo”, contou.

Logo após o alagamento, que ocorreu no dia 21 de fevereiro, ela recebeu mantimentos da equipe do Cras Vila Torres. “Eu, meu marido e meu filho conseguimos comer por um mês com a cesta que nos deram. Tinha macarrão, arroz, óleo, café. Tudo que precisava”, contou Maria, que recebeu uma cama, um sofá, um rack e um fogão.

Gislaine Aparecida Oliveira, 26 anos, também foi afetada pelo alagamento e atendida pela FAS. Além de novas camas, ela recebeu vários outros itens. “Fomos lá buscar uma cesta básica, produtos de limpeza, roupas e colchões. Consegui sustentar minhas duas filhas pequenas. Não sei o que teria feito se não tivesse essa ajuda”, relatou.

A coletora de material reciclável Claudinéia Loiola, 27 anos, ganhou fogão, um sofá de dois lugares e uma televisão. “O pessoal do Cras me ajudou com um monte de coisas. Recebi cesta básica, roupa, sabonete, xampu. Agora estou recebendo as coisas da casa de novo. Dá até um alívio.”

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/familias-atingidas-por-alagamento-de-fevereiro-recebem-moveis/49685.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Quatro unidades estarão abertas para vacinação neste sábado – Prefeitura de Curitiba/PR

Quatro unidades de saúde de Curitiba estarão abertas neste sábado (27/4), das 8h às 12h, …