Dólar atinge maior valor em duas semanas após intervenção de Bolsonaro na Petrobras – Congresso em Foco

A intervenção do presidente Jair Bolsonaro na Petrobras para impedir o reajuste de preço do diesel, admitida por ele nesta sexta-feira (12), gerou uma queda de 1,98% na Ibovespa – representa um recuo de 92.875 pontos com volume financeiro negociado de R$ 20,5 bilhões. Já o dólar comercial terminou o dia em alta de 0,83%, cotado a R$ 3,889 na venda, maior valor em duas semanas.

A reação do mercado financeiro veio após a fala de Bolsonaro em Macapá nesta sexta, que confirmou ter ligado para o presidente da estatal, Roberto Castello Branco por ter se surpreendido com o aumento de 5,47% no preço do combustível.

“Na terça-feira convoquei todos da Petrobras para me esclarecerem por que 5,7 por cento de reajuste quando a inflação projetada para este ano está abaixo de 5 (por cento). Só isso, mais nada. Se me convencerem, tudo bem. Se não me convencerem, nós vamos dar a resposta adequada para vocês”, disse e completou: “Nós sabemos que a Petrobras não é minha, é do povo brasileiro, eu quero conversar com eles sobre esse percentual, sobre a política de preços.”

Embora afirmando não entender de economia – “não sou economista, já falei que não entendo de economia” – o presidente também reclamou dos impostos sobre combustiveis, entre eles o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e disse que os governadores precisam ser cobrados. “Nós temos que ver de quem é a responsabilidade, porque o Brasil não pode continuar com essa política de preços altos de combustíveis. Mas não pelo canetaço e não pela imposição do chefe do Executivo, em hipótese alguma isso vai existir”.

Em Porto Alegre, um de seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) defendeu a política intervencionista praticada pelo pai. “É necessário. Eu acredito que, em alguma medida, isso aí [intervenção no preço] vale para todos [os combustíveis], afirmou, conforme o site GauchaZH.

Bolsonaro admitiu ainda preocupação com uma nova greve de caminhoneiros. “Estou preocupado também com o transporte de carga no Brasil, com os caminhoneiros. São pessoas que realmente movimentam riquezes de norte a sul, de leste a oeste, que têm que ser tratadas com o devido carinho e consideração. E nós queremos um preço justo para o óleo diesel”.

 

>> Reforma da Previdência deve ser votada na CCJ só depois da Páscoa

Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Ministério Público Eleitoral representa contra PM por campanha ilegal para Bolsonaro – Congresso em Foco

O Ministério Público Eleitoral de Luziânia, Goiás – cidade a cerca de 60 quilômetros de …