Firmado acordo de cooperação entre STJ e TRF1 para digitalização de processos – STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai digitalizar o acervo de processos do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O Acordo de Cooperação Técnica 7/2019 foi assinado nesta segunda-feira (15) pelo ministro João Otávio de Noronha, presidente do STJ e do Conselho da Justiça Federal (CJF), e pelo desembargador federal Carlos Moreira Alves, presidente do TRF1.

“Acredito que vá ser um grande avanço. Desejo boa sorte ao tribunal e, ao mesmo tempo, coloco o STJ à disposição da 1ª Região para o que for necessário”, disse o ministro Noronha.

O desembargador Carlos Moreira Alves agradeceu ao STJ e reafirmou o propósito de utilizar a tecnologia da informação em prol da produtividade: “Sabemos de algumas dificuldades, mas não podemos nos opor aos avanços tecnológicos. Temos que nos adaptar a eles”.

Além de disponibilizar equipamentos e funcionários com deficiência auditiva para higienizar, digitalizar e validar as peças processuais, caberá ao STJ a supervisão das atividades por meio da Seção de Virtualização de Petições e Processos da Secretaria Judiciária. O STJ também armazenará os autos físicos até a conclusão de todas as etapas de trabalho, encaminhará os processos eletrônicos virtualizados ao TRF1 pelo sistema eletrônico integrado e ajustará o sistema de Gestão de Peças Eletrônicas para implementar a digitalização dos processos do TRF1.

O TRF1 deverá providenciar a remessa e o retorno dos autos físicos ao STJ para virtualização, receber os autos eletrônicos digitalizados por meio de sistema eletrônico integrado e ajustar seus serviços para possibilitar a incorporação automática das petições virtuais ao Processo Judicial Eletrônico (PJe), estabelecido pela Resolução CNJ 185/2013.

O acordo terá vigência até 31 de agosto de 2020, com possibilidade de prorrogação por até 60 meses, e não envolverá transferência de recursos.

Fonte Oficial: http://feedproxy.google.com/~r/STJNoticias/~3/Q91UDoyJs1s/Firmado-acordo-de-coopera%C3%A7%C3%A3o-entre-STJ-e-TRF1-para-digitaliza%C3%A7%C3%A3o-de-processos.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Relator decide que Justiça Federal é competente para julgar tráfico de pessoas em Ribeirão Preto (SP) – STJ

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Ribeiro Dantas fixou a competência do juízo …