Pessoas em vulnerabilidade social fazem cursos gratuitos – Prefeitura de Curitiba/PR

Nesta segunda-feira (15/2), 42 pessoas atendidas pela Fundação de Ação Social – FAS Trabalho começam as aulas em três cursos de qualificação profissional ofertados por meio de uma parceria com o Instituto Barigui. São mulheres vítimas de violência, adolescentes que estão em acolhimento ou que cumprem medida socioeducativa e pessoas em vulnerabilidade social ou situação de rua.

Os cursos gratuitos de Atendimento ao Público, Auxiliar Administrativo e Logística acontecerão durante dois meses na unidade do Boqueirão do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Antes do início das aulas, todos participaram, na semana passada, de oficinas do programa Mobiliza, da FAS, que trabalha habilidades sociais e competências pessoais e oferece orientações para o mundo do trabalho.

Ana Larissa Bueno, 18 anos, que é atendida pela FAS no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Xapinhal, no Sítio Cercado, faz parte da turma do curso de Atendimento ao Público. “Espero conseguir um emprego, ter meu próprio dinheiro”, disse ela, que está desempregada.

Este não é o primeiro curso feito por Ana, por meio da FAS. Em seu currículo há outro Mobiliza e o de Informática Básica, feito no Liceu de Ofícios.

Parceria

A parceria da FAS com a organização social Instituto Barigui teve início em 2017. Desde então, a Fundação indica pessoas em situação de vulnerabilidade para os cursos, que acontecem no Senai e são custeados pelo Instituto, segundo Roberta Carnasciali dos Santos, gerente de Sensibilização e Mobilização da FAS Trabalho. Para o público em geral, os cursos custam de R$ 1.350,00 a R$ 2.500,00.

“Além da formação técnica, trabalhamos o desenvolvimento comportamental, habilidades socioassistenciais e fazemos o encaminhamento para o mercado de trabalho”, explica a analista de responsabilidade social da Instituto Barigui, Anny Caroliny Alves dos Santos. Os alunos recebem também vale-transporte.

O Instituto trabalha ainda com projetos direcionados a pessoas com deficiência, disponíveis para toda a comunidade. Interessados podem buscar mais informações no telefone 3017 7653.

 

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/pessoas-em-vulnerabilidade-social-fazem-cursos-gratuitos/50020.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Curitibinhas criam frota de miniônibus em escola do Sítio Cercado – Prefeitura de Curitiba/PR

Como são criadas as rotas dos ônibus em Curitiba? A posição do sol influencia a …