Curitibinhas criam frota de miniônibus em escola do Sítio Cercado – Prefeitura de Curitiba/PR

Como são criadas as rotas dos ônibus em Curitiba? A posição do sol influencia a segurança no trânsito? Estas questões surgiram durante a leitura de matérias de jornal, em uma aula de Geografia, na turma do 5º ano da Escola Municipal Sady Souza, no Sítio Cercado. A busca por respostas levou os estudantes a criarem uma frota de miniônibus construídos com materiais recicláveis e de baixo custo.

O que parecia ser uma brincadeira divertida serviu para reforçar de forma prática lições de Geografia, Matemática e produção de texto, além de conteúdos relacionados à cidadania e direitos humanos.

As crianças criaram um mapa com as principais ruas do bairro e protótipos de linhas do sistema de transporte público da cidade. Pesquisaram diferenças entre as cores, modelos e funcionalidade dos ônibus Interbairros, Alimentadores e o Expresso Biarticulado.

O “expressão vermelho”, como chamam os estudantes foi construído sobre a plataforma de um carrinho de controle remoto que permite o movimento do protótipo sobre o mapa.

A professora Micheli Panzarini, responsável pela turma, ficou surpresa com os resultados. Sua intenção foi promover aulas inovadoras, com atividades práticas e conteúdos integrados. “Queria criar uma aprendizagem significativa. Tornar real os conceitos como localização, da Geografia, gráficos e medidas, da Matemática, a produção textual com as pesquisas e registros, além da alfabetização digital e de conteúdos sobre direitos e deveres”, diz Micheli.

Os estudantes pesquisaram, acompanharam notícias na imprensa, entrevistaram colegas, criaram planilhas e outros registos.

Linhas do Conhecimento

O planejamento pedagógico da professora foi selecionado no programa Linhas do Conhecimento, que promove aulas de campo em diferentes espaços da cidade. A turma esteve no Memorial da Segurança no Transporte, na CIC. “Aprendi muita coisa, principalmente como devemos ser responsáveis no trânsito e como é importante saber se localizar”, disse a estudante Clara Rochesk, 10 anos.

O colega Jorge Celso de Brito, 12 anos, que mudou recentemente de Juazeiro do Norte, no Ceará para Curitiba, ficou feliz. “Na primeira vez que entrei em uma estação tubo percebi as diferenças do transporte nas duas cidades e como aqui é bom. Na escola eu entendi o porquê ele é melhor”, contou Jorge.

As crianças pesquisaram tipos de força e energia até encontrarem uma forma de movimentar os protótipos no mapa. Usaram bexigas de ar para criar movimento nos miniveículos.

O diretor da escola, Valdinei de Jesus da Rocha, comemora os bons resultados e tem expectativa sobre as próximas etapas do projeto. A escola acabou de receber novos kit de robótica educacional microduíno, que permite que os estudantes façam programação.  

“Trabalho concreto, conteúdos articulados, famílias envolvidas e participativas e uma professora inovadora renderam excelentes resultados”, avalia Valdinei.

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/curitibinhas-criam-frota-de-minionibus-em-escola-do-sitio-cercado/50036.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Copa Curitiba de Ciclismo tem inscrições prorrogadas até dia 19 – Prefeitura de Curitiba/PR

Foram prorrogadas até a sexta-feira que vem (19/7) as inscrições para a primeira etapa da Copa …