Bolsonaro anuncia estudo para privatizar Correios e chama empresa de “foco de corrupção” da era PT – Congresso em Foco

O presidente Jair Bolsonaro anunciou pelo Twitter, na manhã desta sexta-feira (26), que o governo autorizou um estudo para privatização dos Correios. A empresa está sob a gestão do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, que vinha adotando um tom cauteloso ao comentar o tema.

Na mensagem, Bolsonaro chamou a empresa de “início do foco de corrupção” dos governos petistas, em alusão ao mensalão petista. O estopim do escândalo foi uma reportagem da revista Veja, em maio de 2005, que revelou uma conversa com pedido de propina no âmbito dos Correios, e o desdobramento das apurações levou ao esquema de compra de apoio político no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“A empresa foi o início do foco de corrupção com o mensalão, deflagrando o governo mais corrupto da história. Com o Foro de SP destruíram tudo nome da Pátria Bolivariana” publicou Bolsonaro.

O presidente citou no texto, ainda, a necessidade de “rememorar a população” para o fundo de pensão dos funcionários dos Correios, o Postalis, que é alvo de investigações sobre corrupção ao lado de outros grandes fundos de pensão estatais, como o Petros (da Petrobras), o Funcef (da Caixa) e a Previ (do Banco do Brasil).

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!









Continuar lendo em Congresso em Foco.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Nova fase da Operação Lava Jato atinge alto escalão de banco em SP – Congresso em Foco

Nova fase da Operação Lava jato atinge banco privado. Marcelo Camargo/Agência Brasil Marcelo Camargo / …