Moradores do Lindoia, Fanny e Santa Quitéria querem mais asfalto – Prefeitura de Curitiba/PR

Moradores dos bairros Santa Quitéria, Lindoia e Fanny participaram na noite desta quinta-feira (25/4) das consultas públicas do programa Fala Curitiba. “Este é o momento da população falar e fazer reivindicações, pois é no Fala Curitiba que mostramos como é feita a verdadeira democracia participativa”, destacou o prefeito em exercício Eduardo Pimentel, que participou dos encontros. As reuniões também foram feitas no bairro Capão da Imbuia.

Nesta fase do Fala Curitiba, os moradores fazem o detalhamento dos temas prioritários que elegeram na etapa anterior do programa. São obras e serviços que poderão fazer parte do orçamento da cidade para 2020. Até o fim de julho, o Fala Curitiba promoverá 59 encontros para ouvir os 75 bairros, vilas e comunidades da cidade.

De acordo com Pimentel, Curitiba está avançando na educação, saúde, abastecimento, obras, segurança e nas demais áreas de atuação do município graças a esta construção do orçamento com a população.

Mais asfalto

O salão paroquial da Igreja Menino Jesus de Praga, no Lindoia, recebeu 87 pessoas do bairro e do Fanny para debater as demandas da região e apontar as que consideram prioritárias para o orçamento da cidade em 2020.

“Os moradores realmente estão vindo participar desse processo de priorização das demandas, pois sabem da importância do planejamento do orçamento da cidade”, afirmou Reinaldo Boaron, administrador regional do Pinheirinho, que atende os dois bairros.

Pavimentação de ruas foi o tema mais concorrido, o que teve o maior grupo de debate na reunião com os moradores do Lindoia e Fanny, como é o caso da funcionária pública aposentada Noema Lopes Sant’Ana, 66 anos. “Moro aqui na Rua Leon Tolstói. Parte em asfalto e parte antipó. Como passa o ônibus da linha Santa Bernadete, o antipó não aguenta”, afirmou ela, que também é presidente do Conselho de Saúde Fanny-Lindoia.

Na mesma noite também ocorreu a reunião com 90 moradores do Santa Quitéria. O diácono Jacson Lucas, 38 anos, foi um dos primeiros a chegar no encontro realizado no salão paroquial da Matriz Santa Quitéria. A reivindicação dele era pela regularização de imóveis de idosos do bairro e a recuperação da pavimentação das ruas próximas da Unidade de Saúde. “São ruas que recebem muitos ônibus. Por isso, as condições do antipó não estão das melhores”, avaliou ele.

Gerson Gunha, administrador da regional Portão/Fazendinha, responsável pelo bairro Santa Quitéria, explicou que os temas serão encaminhados para validação técnica e jurídica e por fim seguem, em agosto, para a votação final das 50 prioridades para a composição da Lei Orçamentária Anual (LOA) do município. “Quem não pode estar presente nas reuniões nos bairros também pode apontar as prioridades pela internet no site, o fala.curitiba.pr.gov.br”, reforçou ele.

Também participaram das reuniões os vereadores Oscalino do Povo e Herivelto Oliveira e o padre Sávio Mariano, da Igreja Menino Jesus de Praga, no Lindoia.

 

 

Fonte Oficial: http://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/moradores-do-lindoia-fanny-e-santa-quiteria-querem-mais-asfalto/50145.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

Pesquisa revela aumento de pessoas que praticam atividades físicas e PMJP oferece aulas gratuitas

Os brasileiros vêm escrevendo uma nova história a partir de atividades físicas. É o que …