Credenciamento da imprensa para audiência pública sobre decisão do STF no INQ 4435 termina nesta quinta (2) — Tribunal Superior Eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realiza, nesta sexta-feira (3), audiência pública a fim de colher sugestões e propostas para o melhor cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do Inquérito 4435, que reconheceu a competência da Justiça Eleitoral para processar e julgar crimes comuns que apresentem conexão com delitos eleitorais. Os profissionais de imprensa interessados em realizar a cobertura do evento – que ocorrerá no Auditório I do TSE, em Brasília, a partir das 9h – devem fazer seu credenciamento até esta quinta (2).

Para se credenciar, os interessados devem encaminhar um e-mail para o endereço , com as seguintes informações: nome do profissional; nome do veículo de comunicação; e telefone de contato. Serão aceitos apenas credenciamentos de profissionais de veículos de imprensa que estejam devidamente registrados no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

O encontro foi convocado pelo Grupo de Trabalho (GT) do TSE criado com o objetivo de viabilizar a imediata implementação da decisão proferida pelo STF, sem afetar a efetividade da prestação jurisdicional da Justiça Eleitoral. O GT é coordenado pelo ministro Og Fernandes.

Participantes

As inscrições para os interessados em fazer uso da palavra durante a audiência foram encerradas nesta segunda-feira (29). As solicitações serão agora objeto de análise pelo GT, que vai considerar a adequação do conteúdo proposto ao tema do encontro, uma vez que a lista de participantes habilitados e o tempo de exposição de cada um serão estipulados de acordo com o número de inscritos e a pertinência da participação. A relação será disponibilizada antes da data do evento.

O credenciamento para os que desejam participar na condição de ouvintes será realizado no dia da audiência pública, na entrada do Auditório I, respeitada a limitação de espaço.

Sugestões por e-mail

Independentemente da audiência pública, qualquer cidadão – inclusive estudiosos, acadêmicos e integrantes da comunidade jurídica – pode enviar sugestões ao GT para o e-mail . Todas as informações estão sendo reunidas pelo gabinete do ministro Og Fernandes no TSE.

Conforme a Portaria TSE n° 231/2019, publicada no dia 26 de março, o Grupo de Trabalho tem 60 dias para a apresentação de propostas sobre o tema. Para o ministro Og Fernandes, o desenvolvimento do trabalho será possível por meio de ações conjuntas e da percepção, compartilhada por todos do grupo, “de que é factível resolver essa etapa de cumprimento de missão de forma adequada”.

O GT é composto, ainda, pelo ministro Carlos Horbach, coordenador substituto; pelo juiz auxiliar da Presidência do TSE Fernando Mello; pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), desembargador Carlos Santos Oliveira, indicado pelo Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais; e pelo corregedor do TRE-SP, desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Junior, indicado pelo Colégio de Corregedores Eleitorais.

JB/LC, DM

Fonte Oficial: http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2019/Abril/credenciamento-da-imprensa-para-audiencia-publica-sobre-decisao-do-stf-no-inq-4435-termina-nesta-quinta-2.

​Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Portal do Magistrado.

Comentários

Confira Também

TSE realiza levantamento nacional para definir onde ocorrerá a primeira etapa de emissão do DNI — Tribunal Superior Eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está se preparando para iniciar a primeira etapa de emissões …